Gestantes e crianças devem tomar vacina contra a gripe

Gestantes e crianças devem tomar vacina contra a g

Foto blackstock/http://bit.ly/IsgwiE

Cerca de 5,3 milhões de paulistas devem tomar vacina contra a gripe neste sábado, dia 5, quando começa a campanha anual. A meta da Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo é imunizar 80% dos 6,6 milhões de idosos com 60 anos ou mais, gestantes, crianças entre 6 meses e 2 anos, indígenas e profissionais de saúde.

A campanha segue até 25 de maio, para garantir maior abrangência da vacinação. Em todo Estado, estarão disponíveis mais de 7 mil postos para imunizar o público-alvo, entre fixos e volantes. Além disso, 3,5 mil veículos, entre ônibus e barcos, levarão a vacina a todos os cantos de São Paulo.

Além de imunizar a população contra a gripe A H1N1, tipo que se disseminou pelo mundo na pandemia de 2009, a campanha também vacinará a parcela da população participante contra outros dois tipos do vírus influenza - A (H3N2) e B.

"Vale esclarecer que a vacina não provoca, de maneira nenhuma, gripe em quem tomar a dose, pois é feita de pequenos fragmentos do vírus que são incapazes de causar qualquer infecção. A imunização contra a gripe é fundamental para evitar complicações respiratórias decorrentes da doença, a exemplo de pneumonias", afirma a diretora de Imunização da Secretaria de Saúde do Estado, Helena Sato.


Para incentivar os participantes principalmente os idosos a tomarem a vacina, neste ano a "garota-propaganda" da campanha será a personagem Vovó Palmirinha, como a apresentadora de TV de 80 anos quer ser chamada. Ela estará em folderes e cartazes que o governo paulista distribuirá nos postos de saúde, farmácias, hospitais, supermercados, terminais de ônibus e estações de metrô, entre outros locais. A apresentadora e culinarista abriu mão do cachê.

Por Carmem Sanches

Comente

Assuntos relacionados: crianças idosos vacinação gestantes gripe