Formando bons leitores

A formação de bons leitores não é só papel da escola. Ao contrário do que muitos pensam o interesse pelos livros começa desde a barriga, através de bons hábitos familiares.

Diversas pesquisas apontam a importância das mães conversarem com seus bebês ainda na barriga, e por que não, ler a eles bons livros?

Tive o privilégio de experimentar essa doce loucura com meu primeiro filho, hoje com sete anos, comprovadamente, um leitor e tanto, adora livros, de todos os tipos e hoje me ajuda a incentivar o pequeno, com oito meses, que adora ouvir as histórias do irmão e manusear livros. Isso mesmo existe livros apropriados para todas as idades, inclusive para bebês: livros de plástico para o banho, de pano, de papelão bem grosso e resistente, sempre bem coloridos e chamativos.

Crie o hábito de ler com seus filhos, presenteá-lo com livros (vale também para os sobrinhos e amiguinhos), levá-los a livrarias, contadores de histórias, deixar manusear livros, e quando eles começarem a ler, faça leituras conjuntas de gibis, onde cada um é um dos personagens, as frases são curtas e as ilustrações atraentes.

Leia livros maiores por capítulos, até que eles adquiram autonomia e hábito de leitura individual. O benefício é para todos, e a cultura do país agradece aos pais conscientes!

Michelle Maneira é pedagoga, com pós-graduação em psicopedagogia e especialização em tecnologias educacionais, professora de educação infantil da rede pública.

Comente