Filme trata de problemas auditivos na infância

Filme trata de problemas auditivos na infância

Foto/ Divulgação 'Pequenos Espiões 4'

O filme "Pequenos Espiões 4", que será lançado em breve no Brasil, abordará um tema que não é brincadeira: crianças com problemas auditivos. Na trama, um dos personagens principais é deficiente auditivo, o jovem Cecil. A personagem reproduz a situação de muitas crianças que precisam usar um aparelho auditivo.

Grande parte dos casos de perda auditiva na infância ocorre por questões hereditárias, mas há também casos relacionados a infecções virais sofridas pelas mães durante a gestação, como toxoplasmose, rubéola e outras doenças infecto-contagiosas. A Organização Mundial de Saúde (OMS) estima que em 2005 o número de pessoas com deficiência auditiva incapacitante no mundo era de 278 milhões. São consideradas incapacitantes as perdas auditivas maiores que 40 dB para adultos e 30 dB para crianças.

Cada caso deve ser tratado de uma maneira, de acordo com o grau e o tipo da perda auditiva, o problema de base e as alterações associadas. "É crucial que os pequenos usem um aparelho auditivo adequado, pois o principal objetivo do tratamento é buscar a melhor forma de integração da criança à sociedade, uma vez que eles podem apresentar como consequência da deficiência auditiva: alterações de fala e de linguagem, dificuldades no aprendizado e no desenvolvimento cognitivo. Quanto mais cedo a deficiência for detectada e o aparelho auditivo adaptado, melhor será para o progresso da criança", explicou a fonoaudióloga Maria do Carmo Branco, do Grupo Microsom.

Hoje em dia os aparelhos auditivos estão mais modernos e atraentes, o que facilita a vida de jovens e crianças que precisam deles. Alguns oferecem resistência à água, outros interagem com equipamentos portáteis, como celulares e MP3 players. Até a tecnologia Bluetooth colabora permitindo a interação entre o usuário e o dispositivo a distância, como, por exemplo, falar ao celular sem a necessidade de estar com o aparelho perto da orelha. Se você notou algum tipo de dificuldade para ouvir nos seus filhos, procure um médico e peça os exames necessários.

leia também


Por Catharina Apolinário

Comente