Filhos primogênitos que cuidam dos caçulas

Filhos primogênitos que cuidam dos caçulas

Não é raro encontrar mães que confiam a segurança do filho caçula ao filho mais velho. Mas, será que essa é uma atitude segura? Pois saiba que essa responsabilidade pode provocar danos ao desenvolvimento do primogênito.

Segundo a psicopedagoga Ana Cássia Maturano, quando exigimos de uma criança a responsabilidade de cuidar de outra pessoa, estamos cobrando dela uma coisa que vai além de suas possibilidades. "Um fardo maior do que ela pode carregar, que pode gerar nela sentimentos de ser incapaz - esperam dela algo que sente que não dá conta de fazer", diz. Ana garante que isso é um prato cheio para a perda da autoestima.

Lembrando que é comum que os irmãos sintam ciúmes. Quando um é responsável pelo outro pode haver uma maior incidência de rixas entre eles. "Afinal, o mais novo está impedindo o mais velho de ser criança e fazer coisas de sua idade. Sem contar, pelo mesmo motivo, que tais sentimentos podem ser dirigidos aos pais", esclarece a psicóloga. Esse sentimento pode ser levado por toda a vida e aplicado a outras pessoas.

Com relação ao ciúme, pode ser aumentado também devido ao fato de o mais velho se sentir menos privilegiado em relação ao irmão menor, também por ter responsabilidades que o outro não tem e até compromissos relacionados ao caçula. O primogênito exposto a essa situação pode demonstrar insatisfação de diversas maneiras. "Uma forma de expressar é um aumento da implicância com o irmão. Ou quando passa a ter comportamentos não condizentes com sua idade e sim com a de crianças mais velhas ou até adultos", revela Ana.

Nem todas as crianças abaladas se expõem da mesma maneira, pode haver variações. "Por isso, é importante que os pais se disponham a conhecer seus filhos, como eles são, para que as mudanças no comportamento tenham um significado", recomenda a psicopedagoga. Os pais não podem permitir que a relação com os seus filhos seja abalada.


A especialista afirma ainda que é fundamental que os pais entendam que os filhos são deles e que ambos necessitam da atenção deles como genitores, independente da idade. "O trabalho de criar um filho não pode ser do mais velho - é sempre dos pais. E o mais velho, apesar de ter mais idade, é também uma criança ou adolescente, não podendo ter essa responsabilidade", conclui a psicopedagoga.

Por Bianca de Souza (MBPress)

Comente