Festa de 15 anos

Festa de 15 anos

Carolina Palmeira Leite de Lima

O sonho da menina era fazer uma festa de 15 anos daquelas, com direito a vestido de festa, DJ, centenas de convidados. E os pais não hesitaram em realizar. Carolina Palmeira Leite de Lima recebeu 250 amigos numa festa que vai ficar para sempre na memória. E, ao contrário do que muita gente pensa, a primeira opção dela era mesmo a grande comemoração e não uma viagem internacional. “As amigas dela todas fizeram e vão fazer festa. As meninas não estão mais preferindo as viagens. Elas quem se divertir juntas”, diz a mãe de Carol, Maria Valéria Palmeira Leite de Lima.

Leonardo Rizzo, dono de uma empresa que organiza eventos, diz que de alguns anos para cá, as festas de debutantes mudaram um pouco o perfil. “Em 2008, realizamos cerca de 200 festas de debutantes, mas pouquíssimas dela seguiram o ritual tradicional”, diz.

O cerimonial foi substituído e surgiram festas com equipes de bartenders, artistas circenses, personagens épicos e assessórios fashions. “Mas esse tipo de festa nunca foi deixada de lado. Apenas ficaram mais modernas e com a cara da juventude de hoje”. A Cia do Rizzo já organizou festas de 15 anos com tema eletrônicos - como uma boa rave - e até uma noite em Hollywood, bem temática. “Os bailes deram espaço às comemorações modernas”. A festa de Carol, teve uma pontinha de tradicionalismo, com a menina de vestido longo e a dança com o pai. Mas ela, assim como a maioria das amigas, deixou os 15 casais de lado e preferiu entrar sozinha no salão.

Os pais de Carolina não se arrependem do investimento feito na festa da filha, realizada no Círculo Militar, em São Paulo. “Vale muito à pena. Eu queria primeiro que ela viajasse. Mas depois gostei da ideia. Foi uma comemoração linda, para ficar na memória. A Carolina se emocionou muito e os amigos dela se divertiram bastante”.

Para a agitar os convidados, a maioria da mesma idade da menina, a família contratou um DJ e malabares e caprichou na decoração do bar (com bebidas sem álcool para os menores). “Os jovens não tem paciência para monotonia. Eles querem é uma festa dinâmica e foi isso que fizemos. A cerimônia era para eles”, diz a mãe. Carol ainda contou com um maquiador pessoal, que ficou o tempo todo ao lado da menina, garantindo que ela estivesse impecável no seu grande dia. “Eu não precisei me preocupar com nada no dia da festa. Apenas em me divertir”, diz a mãe.


Para preparar uma festa desse tipo, o ideal é começar a organizar tudo com um ano de antecedência. Buscar um local legal e contratar empresas sérias podem salvar você de boas dores de cabeça. “Acho importante visitar o show-room das empresas e escutar a opinião de fornecedores”, sugere Leonardo. Além disso, é bom estar preparado financeiramente, já que uma festa grande não é mesmo barata. “Mas como geralmente são planejadas, as famílias guardar um pouco e as empresas facilitam o pagamento”, diz o empresário. E ele lembra que é possível economizar, assumindo alguns serviços. Convites, lembrancinhas e até a compra de acessórios podem ser feitas pelas mães e meninas, gerando economia.

Por Sabrina Passos (MBPress)

Comente