Faça você mesmo

Faça você mesmo

Imagens do livro "Eu que fiz"

Com tantas opções de brinquedos tecnológicos disponíveis nas lojas, algumas crianças nem devem imaginar que no tempo das vovós quase tudo era feito em casa e até por isso não conhecem o prazer de criar suas próprias coisas.

Pensando em mostrar este outro lado para as crianças de hoje em dia, as irmãs Ellen e Julia Lupton desenvolveram o livro “Eu que fiz” (editora Cosacnaify) com muitas idéias de projetos que podem ser feitos por pais e filhos. O Vila Filhos adorou a idéia e por isso mostra algumas dessas dicas.

Se a idéia é brincar, mas sem sujeira a dica é o carinha de isopor. As crianças devem pegar pedaços de isopor e espetar tachinhas e palitos para criar braços, pernas, olhos etc.

As clássicas bonecas de meia também não foram esquecidas. Os meninos e meninas podem pegar meias velhas, encher com areia e amarrar com um elástico, depois basta desenhar os rostos.

Bonecos de meia

Imagens do livro "Eu que fiz"

Para as meninas que desde pequenas já são apaixonadas por moda, a dica é usar pregadores de madeira como manequim para a criação de roupas em miniatura. O primeiro passo é fazer o croqui (desenho dos modelos), depois a idéia é recortar o tecido e montar a peça. Essa brincadeira exige cuidado já que as roupinhas devem ser costuradas ou coladas com cola quente ou cola escolar. É possível colar tecido com tecido, caso deseje no futuro trocar a roupa, ou colar o tecido no próprio pregador.

Eu que fiz

Imagens do livro "Eu que fiz"

No Brasil, os pregadores são um pouco diferentes dos retratados na ilustração, mas não há problema, eles também podem ser usados como manequim.

Brinquedos manuais

Imagens do livro "Eu que fiz"

Por Larissa Alvarez

Comente