Entre na brincadeira e estimule a imaginação dos seus filhos

Entre na brincadeira e estimule a imaginação dos s

Foto: FreeDigitalPhotos http://bit.ly/JHVdLe

A infância é o período em que a criatividade e a imaginação estão mais aguçadas, devido a própria essência da criança, e devem ser estimuladas para garantir uma vida adulta saudável. O próprio universo infantil estimula a prática, porém, os pais também podem fazer sua parte e incentivar o desenvolvimento da criatividade e a imaginação da criançada.

Mas como fazer isso se sua realidade é mais prática e dura? O ideal é entrar no clima e dar à criança o direito de brincar por conta própria, sem bloqueios. Se o filho tiver idade suficiente para brincar na rua e seu bairro for seguro, deixe explorar as brincadeiras longe da intervenção dos adultos.

Para as crianças mais jovens não se sentirem supervisionadas, caixas grandes de papelão ou uma barraca feita de uma folha de cartolina presa em duas cadeiras pode dar-lhes a ilusão excitante de independência.

Evite que a criança fique presa a vídeo games ou TV, que acaba persuadindo e estabelecendo limites para a imaginação e a criatividade infantil. O ideal é limitar o tempo em que fique preso a essas mídias.

Brinque sempre com a criança, pois eles adoram essa aproximação dos pais no mundo deles. Mas tome cuidado para que seus hábitos e manias de adulto não interfiram de forma negativa, por exemplo, enchendo a brincadeira de regras, pois bloqueiam a imaginação.

Abstenha-se de dar uma opinião, mesmo que ele a procure. Por exemplo, se ele perguntar se deve pintar a árvore de azul ou verde, você deve perguntar a ele que cor ele gostaria de pintar a árvore e incentivá-lo na sua escolha. As crianças fazem perguntas como essas, porque a aprovação dos pais é importante para elas.

Seu filho já sabe qual é a cor que ele deseja para a árvore, mas quer obter sua aprovação. Se ele obtiver essa aprovação, mudará seu instinto inicial só para agradar você, isso, aos poucos, vai minando seu poder de determinação e independência em suas escolhas.


Compartilhe seus gostos com seu filho, de forma a estimulá-lo a ter acesso a outros universos, respeitando, claro a faixa etária da criança. Se você gosta de filmes, tente alugar filmes que vocês possam desfrutar juntos. Se o filme que seu filho quer ver é baseado em um livro, incentive-o a ler o livro antes de assistir ao filme.

Por Carmem Sanches

Comente