Ele não quer tomar banho, o que faço?

Ele não quer tomar banho

Sabe aquela fase em que a criança não quer saber de banho? Só de ver a toalha e roupão começa a chorar e até espernear? Às vezes, uma simples mudança pode transformar o momento em pura brincadeira para o pequeno.

Birra na hora do banho é um dos comportamentos infantis mais comuns. Algumas crianças se sentem tão incomodadas na hora de entrar na água que choram e fazem verdadeiros escândalos. Outras choram também na hora de sair. Gritam e se agarram à banheira.

A experiência traz soluções antes impensáveis. Adriana Carnevali Santolim, 33 anos, é mãe de Enzo, de um ano e sete meses. "Ele sempre adorou tomar banho na banheira pequena e desde que começou a andar, começamos a colocá-lo direto no chuveiro. No começo era uma novidade. Depois, ele começou a ter medo do chuveiro. Eu tive um problemão: havia doado a banheira!", conta a mãe.

Esta situação, da criança deixar de gostar do banho, não é rara. Amanda Veiga, 29 anos, fala: "Comigo aconteceu da mesma forma. Paulo, de dois anos e três meses, amava entrar na banheira. Porém de uns meses para cá tem se recusado. Não quer saber nem de banheira, nem de chuveiro."


Adriana encontrou na banheira de silicone a saída para o seu problema. "Foi uma grande ideia! Descobrimos também que colocar seus brinquedos prediletos dentro do balde era mais um motivo de felicidade para a hora tão esperada!", conta alegre.

"Uma amiga, que é psicopedagoga, me sugeriu transformar o ambiente do banheiro. Disse para eu, a cada banho, dar um adesivo para que o Paulo possa colar no azulejo. Está funcionando", comenta Amanda. Porém o pequeno ainda fica com um pé atrás.

"Tem dia em que ele ameaça chorar, aí tenho que oferecer outras coisas, por exemplo, deixar que ele leve os brinquedos favoritos, mesmo aqueles que não são próprios para o banho", completa.

"E assim, temos um saco de bichos que tomam banho com o Enzo e hoje ele coloca todos eles no balde e fica fora dele! Foi dessa forma que ele foi perdendo o medo do chuveiro e conquistando a segurança de ficar em pé sozinho!"

E você mamãe, o que fez para o filhote tomar banho sem traumas?

Por Bianca de Souza (MBPress)

Comente