Educação: dicas do livro Uma Questão de Caráter

livroeducação

Foto - Divulgação

Desde sempre acreditamos que para termos sucesso em nossas vidas o principal indicador é de como desempenharemos nosso papel na fase escolar: se você tem notas altas e é um bom aluno, você se sairá muito melhor que o colega que vive esbarrando na média para passar de ano. Porém, para o canadense e autor do livro "Uma Questão de Caráter", Paul Tough, tudo isso não passa de uma grande bobagem.

Na obra, que foi direto para seção de mais vendidos dos EUA, o jornalista foi capaz de responder as mais complexas perguntas, normalmente, presentes na cabeça de pais que buscam fazer o melhor para seus filhos.

No entanto, a crença de que a assimilação de conteúdo em sala de aula somado ao QI elevado do aluno em questão seja a chave para um futuro brilhante, para Paul Tough a pouca ênfase dada na educação para o desenvolvimento de habilidades não cognitivas, como curiosidade e determinação é o que indica o caminho a ser percorrido por uma criança, seja ela de alta ou baixa renda. "Sabemos hoje que a vivência precoce de estresse e adversidades pode literalmente contaminar uma criança, causando danos para toda a vida."

Para ajudar pais, Paul dá algumas dicas que podem mudar o rumo da história de seus filhos e encorajá-los a um futuro promissor sem a necessidade de repressão ou do bombardeio de informações que estão acostumados a receber, seja em casa, na escola ou nas redes sociais.

1 - A tarefa mais importante no papel de pai e/ou educador é ajudar a criança a desenvolver um conjunto de qualidades, que vai desde a persistência, autocontrole, curiosidade até a determinação e autoconfiança.

2 - Proteção aos filhos é importante, mas não em exagero. Por isso, mesmo depois da infância, é preciso ensiná-las a lidar e a superar o estresse. Elas precisam entender que podem lidar com críticas positivas ou negativas e isso as tornará pessoas mais experientes.

3 - Os pais devem nutrir um relacionamento próximo e acolhedor com os filhos, isso ajuda na principal fase de crescimento da criança.

4 - O fracasso, por pior que seja, faz parte da formação da criança. Pais e educadores que ajudam as crianças a lidarem com este fracasso são capazes de transformar a situação em uma oportunidade de crescimento.

5 - Prestar atenção nas capacitações e habilidades dos filhos. Cada um tem sua facilidade em determinadas atividades. Não devemos colocar nossos sonhos na frente deles.


Por Kelly Jamal

Comente