Dormindo fora de casa...

Com qual idade fica “comum”, dormir fora de casa? Não vale casa da vovó, não! É do amigo, do vizinho, às vezes inesperadamente, depois de um dia juntos, na hora de buscar, surge a vontade e o pedido: Posso dormir aqui?

A idade da criança em questão, pode variar dos 3 aos 10 anos, e depende muito dos seus hábitos noturnos... Crianças que não dormem sozinhas em seus quartos, dependendo dos pais para pegar no sono, ou até ocupar a cama deles, terão mais dificuldade de dormir fora de casa, e até mesmo de sentir esse desejo ou necessidade, já as mais independentes, que dormem sozinhas, já não usam mais fraldas noturnas ou urinam na cama, devem sim iniciar esse hábito, assim que tiverem oportunidade.

É divertido, saudável e deve ser iniciada na brincadeira na casa de pessoas que a criança tenha certa intimidade, já que pode ser necessário chamar os pais durante a noite...

Pense pelo lado da autonomia da criança, cuidar de sua mochila com roupa, comportar-se sem as dicas dos pais, adaptar-se a diferentes ambientes, e não deixe de pensar na liberdade dos pais, em poder dar uma saidinha a sós ou até mesmo ter a despreocupação de que a criança ficará bem numa emergência como doença de um familiar, afastamento dos pais por viagem ou mesmo um pequeno passeio!

No ano passado, eu tive coragem de comemorar o aniversário de sete anos do meu filho com uma festa do pijama. Quando ele tinha cinco anos, eu já havia feito uma festa dessas, com quatro amiguinhos da classe e tinha sido um sucesso! Com o grupo de sete anos, deparei com crianças que estavam dormindo na casa de amigos pela primeira vez, e alguns “amarelaram”, já o grupo de cinco anos, não houve nenhuma desistência... Isso tudo depende dos pais e dos costumes da família, porém é saudável e desenvolve a autonomia das crianças, além de dar uma “folguinha” pros papais que não são de ferro!

Michelle Maneira é pedagoga, com pós-graduação em psicopedagogia e especialização em tecnologias educacionais, professora de educação infantil da rede pública.

Comente