Dia Mundial do Meio Ambiente: vamos plantar um árvore?

Dia Mundial do Meio Ambiente vamos plantar um árvo

Foto: FreeDigitalPhotos http://bit.ly/JHVdLe

No Dia Mundial do Meio Ambiente e da Ecologia, dia 5 de maio, os pais devem ser os primeiros a conscientizar seus filhos quanto à necessidade de preservação da natureza. Além dos bons exemplos no dia a dia, uma boa forma de ensinar às crianças a importância do meio ambiente para a manutenção da vida é plantar uma semente e acompanhar o crescimento da planta ou árvore.

Desde o momento da escolha do tipo da planta ou árvore até o plantio e os cuidados diários para o crescimento, tudo pode ser compartilhado com a criança, que, ao conhecer todo o processo de desenvolvimento do vegetal, começa a dar maior importância para a vida no meio ambiente.

Quem tem bastante espaço pode plantar uma árvore, mas precisa deixar claro para o filho que os resultados demorarão a aparecer, já que o desenvolvimento é mais lento. Optar por uma planta menor reduz a ansiedade da criança, que não tem a mesma paciência que um adulto. Escolher uma erva ou vegetal que possa ser consumido posteriormente também servirá como incentivo para o pequeno se alimentar melhor.

Durante todo o processo, explique para seu filho a importância das árvores na produção do oxigênio que respiramos, na absorção da água das chuvas, evitando enchentes ou deslizamento de terra. Fugir do assunto e comentar os malefícios do excesso de lixo urbano produzido devido ao consumo exacerbado também é ótimo para a criança perceber o limite e conseqüências de suas ações no dia a dia.

Destaque que é preciso regar a semente, antes mesmo de começar a surgir a planta, para que ela cresça forte, assim como a criança precisa se alimentar. Essa comparação fará com que perceba quanto o processo de desenvolvimento da natureza é parecido com o seu e como ele faz parte desse universo imenso em que vive, para que se sinta também responsável por tudo o que ocorre a sua volta.


E quando o primeiro broto aparecer, a felicidade do seu filho será enorme, incentivando-o a continuar com os cuidados com aquele novo ser, que depende dele para sobreviver, bem como todo o planeta em que vive.

Por Carmem Sanches

Comente