Dia das Mães: presentes e programas em família

Dia das Mães presentes e programas em família

Por mais que algumas mães insistam em dizer que não ligam para presentes, elas adoram ganhar lembranças e serem paparicadas. Nessa hora não vale dar uma de filha interesseira, com presentes que também vão servir para você: roupas, bolsas, ou os últimos lançamentos em DVD.

Também esqueça os presentinhos para cozinha, a não ser que ela mesma tenha já dito que estava atrás de tal eletrodoméstico ou outros itens para a casa, como acessórios de limpeza ou livros de receitas.

Imagine algo que ela gosta de fazer, pode ser uma viagem curta, ou então um dia em um Spa. Não é justamente no dia dela que você vai lembrá-la do trabalho doméstico. Por esta razão, a relações públicas Carolina Soares costuma tirar a mãe da cozinha nesse dia. De vez em quando ela arrisca alguns pratos, mas no almoço do segundo domingo de maio, ela faz sempre o macarrão à bolonhesa com a ajuda da irmã, quando vai para a casa dos pais, no litoral Norte de São Paulo.

“Já pensamos em almoçar no restaurante, mas sinceramente, haja paciência para ficar horas na fila esperando, ainda mais se for um dia de calor”, confessa.

No seu primeiro dia das mães, Carla Vancsek Soares, mãe de Henrique, com apenas três meses de idade, gostaria de reunir a família toda, mas os pais delas não poderão comparecer no almoço, apenas seus sogros. “Agora a reunião seria de igual para igual, também sou mãe agora e queria receber as honras da casa”, brinca.

Beatriz Monteiro Alckimin, mãe de trigêmeos, também tem o mesmo desejo. A super mãe tem um história um tanto diferente para contar. Os bebês, agora com três anos, não nasceram ao mesmo tempo. "Com 26 semanas de gravidez, entrei em trabalho de parto e nasceu um menino de parto normal. Eu e o médico tentamos segurar o máximo de tempo possível os outros dois. Após 22 dias nasceu o casal. Todos ficaram super bem e com saúde“, conta.


Majoy S. Antabi que mora em Bogotá e esta semana veio ao Brasil aguarda ansiosa o seu presente de domingo. Antes de embarcar, Henri, 6 anos, o único filho entre os trigêmeos, disse que o seu maior desejo era dar uma casa cheia de chocolate.

“Ele insiste que vai me dar esta casa de chocolate, cheia de nutella dentro, já que ele ainda não pode me dar uma casa de verdade. Meu marido comentou que ele ta querendo ir em todas as lojas de balas para tentar achar a casa de chocalate, quer coisa mais fofa do que ouvir isso nessa época?”, finaliza.

Por Juliana Lopes

Comente

Assuntos relacionados: filhos mães dia das mães presente mães