Dia das Mães - Fuja das filas de espera dos restaurantes.

Receba os filhos, os amigos no “Dia das Mães”

Sem regras rígidas ou cerimônia, as reuniões hoje acontecem de maneira mais calorosa e simples. Ninguém dispõe de tempo, assim só dá mesmo para "inventar" esses encontros se tudo for muito light.

Como mãe eu posso falar: não tem nada pior do que fila de restaurante no Dia das Mães. Por outro lado, a gente não quer cozinhar justo neste dia, né?

E é claro que merecemos ficar de folga nesse dia, mas vamos combinar; Reunir os a família e os amigos em casa estão entre os melhores prazeres da vida.

Mesmo que você não tenha tanta intimidade na cozinha, nada impede de encomendar parte da refeição e vale fazer uma bela sobremesa de presente.

Com um mínimo de planejamento, idéias charmosas, carinho e sem nenhuma mega produção você recebe de maneira original, descontraída e sem complicar a vida - nem sua e nem a dos convidados. Quer ver?

Envolvendo a todos

-Na cozinha:

Escolha um prato comum, sem muita complicação, porque afinal a reunião é a melhor parte, e cozinhar em família pode ser delicioso e revelar talentos;

Se há criança entre cinco e dez anos, basta fazer uma linha de montagem sobre a pia da cozinha e distribuir as tarefas; pode ser arrumar as folhas numa travessa para a salada, por exemplo, ralar o queijo, lavar as frutas...

Se forem mais velhos, cada um pode cuidar de um prato, ou mesmo trazer pronto; preparar o molho, assar uma carne ou a sobremesa, ajudar a cozinhar uma massa...

Nestas ocasiões em que a família se reúne, a conversa flui e tudo acontece por ali mesmo. Vale preparar uma bela macarronada a quatro mãos, curtir a preparação de um churrasco, inventar drinques e envolver a todos.

Nem sempre é na sala em que acontecem os encontros e refeições mais saborosas. Pode ser no quintal, abrindo espaço para a garotada, numa varanda, na churrasqueira e até na cozinha. A receita tanto faz desde que seja caseira e preparada com atenção e carinho para oferecer aos amores.

Na mesa ou no colo

Não importa se a refeição acontece à mesa ou se as pessoas se espalham pelos estofados. Misture as louças, os talheres, os copos, faça pequenos arranjos de flores ou ervas frescas ou frutas espalhadas graciosamente por todo o ambiente... Pronto foi dado o tom! – Deixe tudo à mão.

No estilo americano de servir, as pessoas circulam pelo espaço, servem-se à vontade e se encontram no caminho, é só deixar tudo em uma ou duas mesas ao alcance das mãos

- Pratos empilhados, talheres, cesta com pães e os pratos a serem oferecidos. Quem dispõe de espaço pode separar as bebidas, copos, petiscos e guardanapos.

Dica: Em um serviço americano, as facas não entram para facilitar a vida de todos. Nada impede que se sirva uma carne, desde que ela venha fatiada. Que tal uma carne assada com sabor de infância?

Porém em nome do conforto alguns convidados e especialmente para os mais velhos, você pode montar ao menos uma mesa com copos e pratos – Os demais se servem no aparador.

Para fazer a diferença

-Prefira toalhas estampadas, xadrez, lisas em cores fortes ou ainda pode usar como toalha algum pano bonito que você tenha guardado, como uma manta, por exemplo.

-Se as mesas são de vidro ou de madeira mais nobre, dê preferência a jogos americanos.

- Uma gamela ou uma cesta grande pode servir de fruteira e render um colorido arranjo de legumes para enfeitar a mesa ou o aparador no almoço em família.

- Flores e pétalas são capazes de transformar o visual de acessórios básicos como bowl de vidro, criando delicadas composições.

DICA: uma maneira especial de surpreender a convidada de honra é não dar o presente quando ela chegar, mas colocá-lo sobre a sua cadeira à mesa.

- Hora da saudade:

Que tal promover uma exposição na sala de casa após o almoço deste dia?

Aproveite os filhos reunidos para rever os ou o filme de uma viagem que vocês fizeram juntos; revejam álbuns antigos fotografias, registrem os momentos importantes da vida familiar.

- Sessão de Vídeo: Crianças adoram assistir repetidamente a seus filmes e desenhos preferidos. Veja junto faça perguntas sobre o cenário e os personagens. Lá em casa “assisti anos a fio “Curtindo a Vida Adoidada”, “Um dia a casa caí” e “Um príncipe em Nova York”. Conhecíamos o enredo, todas as falas, cantávamos as músicas de cor e salteado, até hoje quando nos reunimos lembramos-nos desses momentos!

- Leitura:

No fim da tarde depois do almoço, leia histórias para seus filhos, se eles já forem grandes, conte uma passagem da sua própria história.

- Internet que Integra:

Se a família toda se reunir em volta do computador, é possível encontrar assuntos que interessem a todos. Ouça as sugestões de dialogo dos filhos e aproveite para conhecer a maneira como cada um deles se comunica e faz novas amizades. Aprendi tudo o que sei sobre a internet com os meus filhos.

- Karaokê:

É sem dúvida uma ótima opção para aproximar pais e filhos. O único problema será combinar as preferências musicais. Solução: faça um sorteio ou um rodízio de gêneros.

Você dá o tom.

Ao abrir sua casa, abra também seu coração. Relaxe e desfrute do prazer da companhia da família - com carinho, senso de humor e originalidade tudo vai dar certo. Ainda mais quando estamos entre pessoas que queremos bem!

Feliz Dia das Mães!

Aproveito este momento e agradeço à minha mãe e aos meus três filhos que me CONSTRUIRAM, me tratam com tanto amor e carinho e muito me inspiram.

Comente

Assuntos relacionados: dia das mães