Depressão na adolescência exige atenção

Depressão na adolescência exige atenção

Um adolescente desanimado e sem vontade de fazer suas atividades pode significar muito mais do que uma tristeza repentina. Mais sério que uma simples desmotivação, pode ser uma depressão. Essa doença é capaz de enganar as pessoas que convivem com esse jovem, que podem não perceber o que está se passando com ele.

Segundo Professor Luiz Fernando Paulin, que leciona no curso de Pós-gradução de Saúde Mental na Universidade São Francisco, a depressão ocorre sem razão. "É isso que as pessoas não entendem, pensam que é falta de interesse. Daí vem o preconceito: ‘Ah, ele é preguiçoso, não quer saber de nada’".

Essencialmente, a depressão é muito delicada e precisa de muita atenção para ser detectada. "Como esse problema ocorre sem um motivo aparente, prevenir é muito difícil. Quando o jovem apresenta esses sintomas ele deve ser tratado imediatamente", alerta o professor.

Quando a depressão é reconhecida, o ideal é que o jovem tenha a ajuda e apoio das pessoas ao redor, além de começar um tratamento. "Medicamentos antidepressivos e psicoterapia costumam dar um resultado muito bom. E é importante não abandonar o acompanhamento médico", ressalta.


"É comum o jovem querer deixar de fazer o tratamento psicológico e medicamentoso assim que sente uma leve melhora. Mas não é assim, ele deve continuar até receber alta de um profissional", diz Paulin.

Não tratar a depressão pode causar danos físicos e até o suicídio. O adolescente também pode continuar sua vida normalmente, com muito incentivo, amor, carinho da família e amigos.

Por Bárbara Ariola (MBPress)

Comente