Depressão infantil pode surgir a partir dos 4 anos

A doença pode atingir crianças tão novas quanto 4 anos
criança-depressão

Foto - Shutterstock

Irritabilidade, tristeza, choro frequente. Esses são apenas alguns sintomas da depressão, doença que atinge adultos, mas que também pode afetar crianças.

Os motivos são diversos: genética, traumas (como separação dos pais e perda de entes queridos, por exemplo) e até mesmo fatores sociais e relações familiares. Se a mãe da criança já apresentou algum quadro depressivo então, as chances de que o pequeno desenvolva o transtorno são ainda maiores.

A partir dos 4 anos de idade a doença pode ser diagnosticada e o tratamento mais recomendado é a terapia. Se a criança for um pouco maior, é provável que seja necessário o uso de medicamento em conjunto com o tratamento psicológico. Quanto antes for detectada a doença, menos problemas o pequeno pode ter no futuro.

Identificando a depressão

Como as crianças ainda estão em fase de desenvolvimento da personalidade, fica mais difícil identificar se os sintomas apresentados são apenas uma fase ou se são parte de um quadro depressivo.

Alguns sintomas podem te ajudar na identificação da doença: alterações drásticas de humor, ansiedade, medo de se separar dos pais, não apresentar vontade de brincar ou ir à escola, falta de atenção e diminuição no rendimento escolar, isolamento, dores na barriga, cabeça ou pernas; noites mal dormidas e sono interrompido por pesadelos.

Se você respondeu "sim" a alguns dos itens acima e eles persistem por mais de duas semanas, fique atenta! Talvez seja hora de levar seu filho a um especialista.


Por Tissiane Vicentin

Comente

Assuntos relacionados: depressão