Cuidados na compra de brinquedos

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+
brinquedo seguro

Notícias recentes mostram que brinquedos são coisas sérias. Diversos recalls, ou chamamentos, realizados por várias empresas assustaram os consumidores brasileiros.

Para que você não fique à mercê da imprudência da empresa, o Idec (Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor) recomenda alguns cuidados básicos que devem ser adotados por pais e responsáveis pelas crianças.

Na compra:

  • Verifique a existência do selo de conformidade do Inmetro. Ele garante um maior nível de segurança do produto, ainda que não totalmente, como foi observado nos casos recentes de recall.
  • Não compre brinquedos em que o fabricante não possa ser identificado ou que não tenha um telefone gratuito para atendimento aos consumidores, como os vendidos por ambulantes ou em lojas de pechinchas.
  • Cuidado com brinquedos que contenham peças pequenas. Elas podem se destacar do produto e serem engolidas pelas crianças. Compre tais produtos apenas para maiores de seis anos.

No uso:

  • Não deixe as crianças sem supervisão, principalmente quando estiverem brincando com produtos que contenham peças pequenas que podem ser engolidas.
  • Se peças pequenas ou ímãs se soltarem dos brinquedos, recolha essas peças e mantenha-as fora do alcance das crianças.
  • Relate imediatamente quaisquer problemas com os produtos - acidentes, peças soltas, eventuais machucados nas crianças - aos fabricantes e ao Inmetro, para que providências sejam tomadas. Qualquer informação nesse sentido é fundamental para que sejam tomadas as medidas adequadas com rapidez.

FONTE: Idec (Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor)

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+

Comente

Assuntos relacionados: compras filhos crianças brinquedos