Cuidado com a exposição dos filhos na web

Cuidado com a exposição dos filhos na web

Foto: Moodboard/Corbis

Hoje, as redes sociais são uma febre, seja Facebook, Twitter e Instagram. É grande o número de pessoas que permanecem constantemente conectadas por meio de seus smartphones. No mundo virtual, divulgam o seu dia a dia e, muitas vezes, não percebem o perigo de alguns comportamentos que têm na rede.

Muitas mamães "babonas" acabam postando tudo o que os filhos fazem, principalmente, quando eles ainda são crianças. Fotos são inúmeras! É claro que registrar momentos felizes e marcantes é ótimo, mas deve-se procurar restringir a maior parte deles ao álbum de família, seja aqueles físicos que nossas mães tinham o costume de fazer ou mesmo pastas organizadas no computador. O ideal é não expor tanto os filhos e a família na web.

Afinal, alguém pode usar as informações e as imagens de maneira indevida e constrangedora, o que pode ser facilitado se o perfil do usuário não tiver nenhum filtro que selecione quem pode acessá-las. Segundo Roberta Palermo, terapeuta familiar, de qualquer forma, uma foto que é postada pode ser vista pelos amigos dos amigos e, assim, se espalhar. Enfim, a mãe tem que pensar que pessoas estranhas podem ver suas fotos e saber sobre seu dia a dia.

"Para se prevenir, é indicado adicionar apenas amigos mais próximos e selecionar quem pode ver suas postagens. É melhor não aceitar todas as pessoas. Além disso, não é adequado fazer uma exposição contínua da rotina familiar, por exemplo, quando a mãe informa detalhes diários de onde estão, para onde vão e viagens que ainda farão", explica a profissional.

No entanto, também existem formas de compartilhar momentos bons do seu filho na web sem expô-lo em demasia. Está na praia? É possível colocar em seu perfil a foto da criança correndo para o mar, mas distante, do baldinho, do castelo de areia etc. Além disso, existem filtros que desfocam as imagens. "O ideal é mostrar apenas detalhes, assim como usar filtros. Nunca mostre a criança em poses que possam ser consideradas sensuais, nem de biquíni ou sunga."


Também é fundamental pensar no futuro. Será que o seu filho vai gostar de saber que tudo o que ele fez na infância foi colocado na internet? Conforme a criança cresce, ela pode se sentir constrangida com a divulgação das fotos na web e também tem o direito de não querer que os amigos da mãe saibam que seu dente de leite caiu ou que seu pijama novo tem estampa de girafas. "As mães precisam respeitar a intimidade de seus filhos", ressalta Roberta.

Mas, vivemos em um mundo tecnológico e não há problema em compartilhar informações e fotos com amigos e familiares. De acordo com a terapeuta familiar, o que os pais precisam lembrar é que nem todas as pessoas querem fazer apenas o bem. É sempre uma questão de prevenção!

Por Marisa Walsick (MBPress)

Comente

Assuntos relacionados: filhos