Crianças mais novas estão praticando menos atividades físicas

Crianças mais novas estão praticando menos ativida

Alerta importante para as mães! Pela primeira vez um estudo mostrou que os alunos do ensino médio estão, em média, 20% mais ativos que estudantes do ensino fundamental. O resultado é considerado preocupante porque a tendência sempre foi o inverso. O levantamento foi realizado pelas secretarias de Estado da Saúde e da Educação de São Paulo.

De maneira geral, quanto mais velha a pessoa fica, menos pratica exercícios físicos. Essa mudança de comportamento indica que, a cada geração, o problema da falta de atividade física se agrava.

"A hipótese principal é que as crianças têm exposição maior a computador, videogame e televisão. Hoje, as crianças são hábeis com a tecnologia. Porém o custo disto é que não se exercitam adequadamente," explica Victor Matsudo, coordenador do Agita São Paulo, programa estadual voltado ao incentivo da prática de atividades físicas. "Uma das consequências é a obesidade infantil", alerta.

Vale lembrar que a recomendação internacional mínima para realizar atividade física é de 300 minutos por semana para crianças e 150 minutos para adultos. Quanto mais tempo a criança fica sentada, maior é o seu peso corporal e índice de massa corpórea e maior é o nível de colesterol ruim e triglicérides. O nível de colesterol bom se torna menor e o nível de potência aeróbica também.


O levantamento foi feito com 2,5 mil escolares da 5º e 9ª anos do ensino fundamental (ciclo II) e do 3º ano do ensino médio, em uma amostra representativa para o estado de São Paulo.

Comente