Crianças cada vez mais estilosas

Crianças cada vez mais estilosas

Honor Warren, filha de Jessica Alba e Cash Warren. Foto reprodução

Se é influência externa ou vontade que vem de dentro, não importa. O fato é que as crianças de hoje em dia estão cada vez mais ligadas no mundo da moda. E não só os pequenos, as mães também fazem questão de deixar os filhos com toques fashionistas.

A consultora de moda Eliane Morais explica: "O universo infantil está antenado e ganhando espaço no mundo fashion. Qual mãe não gosta de ver seu filho lindo com as cores e roupas certas?"

Foi pensando nisso que Alessandra Mary criou a loja virtual Baby For Sure. Ela conta: "Sou publicitária e sempre gostei de moda, design, tendências e ideias de vanguarda. Quando fiquei grávida tive muita dificuldade em comprar peças de enxoval e roupinhas pela internet. Era difícil fugir de ursinhos, cachorrinhos e aviõezinhos. Não havia lojas virtuais com opções mais moderninhas para meninos". E assim surgiu a loja de roupas infantis!

Em 2010, a Alê e sua irmã, Joyce, criaram a marca para atender à demanda de mães que procuram peças estilosas para seu filhotes. Os produtos da grife são vendidos para todo o Brasil exclusivamente através do site, que possui uma navegação fácil e segura.

"Nosso índice de fidelidade é muito acima da média e acreditamos que isso se deve não só à qualidade diferenciada dos nossos produtos, mas também ao vínculo que criamos com cada cliente a partir da primeira compra no site", explica.

A empreendedora contou ainda sobre a necessidade de as crianças estarem ligadas à moda desde cedo: "O mundo de hoje é visual. A compreensão e o entendimento se dá, num primeiro momento, pelo que é captado pelo olhar. Penso que a forma de vestir de uma criança diz muito sobre ela, sua relação com o mundo, sua família e seu comportamento. É seu cartão de visitas".

Já Eliane comenta sobre o ponto de vista materno: "As mães consultam a moda da criança, pois passam a saber o estilo pessoal do seu filho. Elas também aprendem a montar looks".

A consultoria de Eliane é feita a partir dos seis meses de vida, idade em que é possível identificar os melhores tons para iluminar o tom de pele da criança. Além disso ela também assessora compras e organiza o guarda-roupa do bebê ou da criança.

"Primeiro converso com a criança, fico sabendo o que ela gosta e entendo seu estilo pessoal. Então, por exemplo, se ela gosta muito mais de acessórios, já sei que pertence a um certo estilo. A criança precisa, em primeiro lugar, se sentir bem dentro da roupa, depois eu vou compondo", conta.

Já deu para perceber que a moda infantil tomou rumos muito além do que imaginávamos, não é mesmo?


Para concluir, Alê deixa bem claro: "Entendemos que é a personalidade que escolhe se a criança vai andar cheia de acessórios ou se vai ter um visual mais básico. Meu filho tem apenas três anos e quando vai para as festinhas não abre mão do relógio com pulseira de couro do Mickey e dos óculos de sol que a vovó Rose deu. Essa vaidade é dele, faz parte da sua personalidade".

Por Alessandra Vespa (MBPress)

Comente