Criança "boca suja" - o que fazer?

Criança “boca suja”  o que fazer

Foto: Rob Lewine/Tetra Images/Corbis

Meu filho falou um palavrão em público, e agora? Em uma situação como essa, muitos pais não sabem o que falar, como agir e muito menos o motivo pelo qual a criança decidiu usar essa "nova palavrinha", nada apropriada, naquele momento.

De acordo com Marcelo Reibscheid, pediatra criador do portal Pediatria em Foco, por volta dos três ou quatro anos, as crianças têm a capacidade de aprender palavras por repetição. Logo, se ele pronunciou um palavrão é porque ouviu de um adulto.

Por este motivo, ele salienta que é fundamental ficar atento em relação ao que é dito dentro de casa: "Se a criança não ouvir os pais falando palavrões, dificilmente irá ter essa conduta. Outro item importante é não fazer disso a piada da família para evitar que a criança repita. Aliás, sempre esteja de olho naquele tio ‘boca suja’".

Caso o filho continue a dizer tais expressões impróprias os pais devem entrar em contato com a direção da escola. "Procure saber com quem seu filho está se relacionando na escola e se essas crianças têm um comportamento inadequado a ponto de prejudicá-lo", descreve ele.

O pediatra relata que o correto é explicar, olhando firme nos olhos da criança, que a palavra é feia e não deve ser pronunciada. Além disso, castigá-la nem sempre resolve a situação. "Os pais devem avaliar se o filho tem maturidade suficiente para entender porque está sendo castigada e que castigo será esse."


Segundo ele, o indicado é repreender a criança na primeira vez e explicar na segunda que se o comportamento se repetir ela será castigada com a perda de um brinquedo que gosta muito ou até mesmo ficando por alguns minutos em um cantinho para pensar. Uma dica: "O tempo ideal para deixar a criança pensando é de um minuto para cada idade", ressaltou.

Por Stefane Braga (MBPress)

Comente