Correção da postura dos jovens durante o sono

Correção da postura dos jovens durante o sono

Os jovens muitas vezes são relapsos com relação à saúde postural, porém as consequências dessa falta de atenção podem trazer malefícios para a coluna ao longo do tempo. A correção da postura durante o sono pode ser uma forma de combater os excessos cometidos durante o dia, além de ajudar para um sono de mais qualidade.

Renata Federighi, consultora do sono da Duoflex, lembra da importância de uma boa postura durante o sono. "Durante o sono, perde-se o controle da musculatura da cabeça, portanto, para evitar problemas mais sérios na coluna, deve haver uma preocupação com a postura correta durante toda a noite. O ideal é manter a coluna cervical sempre alinhada com o tronco, a fim de melhorar a circulação sanguínea e facilitar os estímulos elétricos enviados pelo cérebro aos demais órgãos do corpo", afirmou.

Em longo prazo, os problemas começam a aparecer e os jovens que dormem em postura errada acabam comprometendo a qualidade do sono, podendo apresentar sinais de cansaço, agitação, alteração no humor, falta de atenção, além de torções e inflamações dos tecidos. "O uso do travesseiro em altura e suporte apropriados faz com que a postura de descanso favoreça a anatomia fisiológica da coluna, permitindo que esse jovem levante bem disposto para o estudo e desafios no dia seguinte, além de não comprometer a sua qualidade de vida, ao longo do tempo", completou Renata.

Alguns hábitos errados relacionados à postura durante o sono:

Dormir de barriga pra baixo: nesta posição, há uma flexão exacerbada do pescoço, podendo causar torções na cervical e na lombar. O ideal é sempre dormir de lado (decúbito lateral), com dois travesseiros: um para apoio da cabeça, numa altura e suporte que sustente o seu peso e preencha completamente o espaço compreendido entre ela e o colchão. E outro, entre os joelhos e pernas, que deverão estar semiflexionadas.

Dormir no canto do travesseiro, causando assim um "buraco", que acaba virando o cantinho preferido para as horas do bom sono: isso pode prejudicar a integridade músculo esquelética da coluna cervical, provocando micro trauma a principio e com o tempo sentir dores. O ideal é centralizar a cabeça exatamente na metade do travesseiro, formando um ângulo de 90º no pescoço, de forma a manter coluna cervical sempre alinhada.

Dormir com o braço embaixo do travesseiro: além de prejudicar o alinhamento da coluna, pode causar problemas de circulação, uma vez que o peso sobre o braço acaba por comprimir algumas veias e nervos. Os braços deverão estar livres e os ombros sempre alinhados, de forma não prejudicar a cervical.


Dormir com o travesseiro muito alto ou muito baixo: causa o desalinhamento da coluna cervical, prejudicando a circulação sanguínea e dificultando os estímulos elétricos enviados pelo cérebro aos órgãos do corpo. O travesseiro ideal deve preencher exatamente o espaço entre a cabeça e o colchão. O pescoço não pode ficar inclinado nem para cima e nem para baixo.

Por Catharina Apolinário

Comente