Como organizar os brinquedos no quarto das crianças

organizar brinquedos

Foto: © Colin Hawkins/cultura/Corbis

A quantidade de coisas que seus filhos têm não para de aumentar? Então é hora de saber como organizar os brinquedos no quarto. Potes, gavetas, sacos e as tradicionais cestas ajudam a empacotar tudo! Desde peças mais pequenas até grandes como bichos de pelúcia. Mas existem alguns meios menos convencionais e mais criativos, como latas, baldes e porta-trecos para deixar tudo em ordem.

Mas antes de começar a guardar tudo, como organizar a bagunça espalhada pelo quarto? O ideal é começar a se livrar do que não serve, como brindes, brinquedos quebrados e cacarecos.

Os brinquedos que sobrarem devem ser classificados, geralmente pelo tamanho: brinquedos de pequeno, médio e grande porte. Exemplo: carrinhos pequenos, carrinhos grandes, bonecas, bichinhos de pelúcia, livros. Cada tipo de brinquedo tem um lugar mais adequado para ser guardado. Agrupe-os de preferências em cestos médios, classificados pelas categorias

É preciso orientar também os pequenos que eles mesmos devem organizar suas coisas desde já. Para começar a adotar a prática, uma dica é usar elementos grandes como baús, baldes e cestos, que guardam muitos brinquedos e facilitam na hora da arrumação.

Se desejar, faça um "rodízio" de brinquedos. Divida-os em lotes, e cada lote poderá ser usado durante a quinzena. Depois outro lote estará disponível para a criança brincar e assim por diante, para que a garotada não se enjoe dos brinquedos.

Alguns brinquedos como jogos (principalmente de quebra-cabeças) precisam ser conferidos depois da brincadeira, para verificar se nenhuma peça está faltando. Pecinhas bem miúdas, como as de encaixar, sugerem frascos e potes com tampa para serem guardados.

Livros, CDs e DVDs devem ficar em lugares distintos dos demais brinquedos; de preferência em prateleiras, para manter a ordem e que não amassem e quebrem, respectivamente. Brinquedos quebráveis como eletrônicos, trenzinhos, etc, também podem ficar em prateleiras mais altas, para serem usados com a supervisão de adultos. Veja mais ideias na galeria abaixo!

Por Jessica Moraes

Comente