Como ensinar os filhos a respeitar as diferenças

Pais devem orientar filhos quanto à singularidade

Foto: FreeDigitalPhotos http://bit.ly/JHVdLe

Como você lida com as singularidades de cada pessoa que faz parte do seu convívio? Ao pensar nisso, imagine como deve orientar seu filho a respeitar as diferenças, e, principalmente, as deficiências ou dificuldades dos colegas da escola, já que nem todos são iguais.

A família deve questionar como a escola lida com este assunto, como ela trabalha alunos com dificuldade de aprendizagem (pais podem acabar desconhecendo problemas desse tipo). Ao buscar saber como a escola trabalha com alunos que sofrem de alguma síndrome ou limitação física e como ele é inserido no grupo, pode facilitar a abordagem do assunto com a criança, além de ficar ciente se concorda com a filosofia escolar.

Também é importante conhecer a postura da escola com relação ao assunto, e qual a estrutura de apoio que ela oferece é fundamental. Uma proposta pedagógica moderna, com ênfase na participação dos alunos nas atividades é fundamental, segundo a diretora pedagógica do Colégio Ápice, para Maria Rocha.

Ela enfatiza que o ensino não deve estar centrado no professor e esse, além de ter uma boa formação, deve estar preparado para lidar com novas situações e dificuldades em sala de aula. "Hoje o aluno é muito ativo e as teorias de aprendizagem mais recentes levam em conta o envolvimento do aluno. Em caso de dificuldades na aprendizagem, bullying e ensino de valores e conteúdos que estão em foco atualmente, como ética, solidariedade e sustentabilidade, o professor deve estar preparado para lidar com isso".

Ensinar tolerância às crianças é importante porque aquele que aprende a ser aberto para as diferenças entre as pessoas terá mais oportunidades na educação, nos negócios e em muitos outros aspectos da vida. Em suma, o sucesso do seu filho depende dele próprio. E sucesso no mundo de hoje - e amanhã - depende em ser capaz de entender, apreciar, trabalhar e aprender com pessoas diferentes.

Mas como fazer isso? Como todas as atitudes, o respeito às singularidades é frequentemente aprendido de maneira sutil. Mesmo antes de poderem falar, as crianças imitam seus pais, ou seja, desenvolvem seus próprios valores se espelhando em atitudes das pessoas mais próximas.

Os pais que demonstram tolerância na sua vida quotidiana transmitem aos filhos um valor inestimável de sucesso para sua vida adulta. Como resultado, os seus filhos também aprendem a admirar as diferenças.

Claro que, respeitar as diferenças dos outros não significa abrir mão da sua própria tradição cultural e religiosa que é algo para se orgulhar. As famílias podem encontrar maneiras de respeitar as diferenças dos outros e continuar a honrar a sua própria herança cultural.

Coisas que você pode fazer para ensinar tolerância ao seu filho:

- Observe suas próprias atitudes. Demonstre uma atitude de respeito pelos outros;

- Lembre-se que as crianças ouvem tudo. Esteja ciente da maneira como você fala sobre pessoas que são diferentes de você. Não faça piadas que perpetuam os estereótipos. Embora algumas dessas piadas possam parecer inofensivas, elas podem desfazer as atitudes de tolerância e respeito;

- Reconheça e respeite as diferenças dentro da sua própria família. Demonstre a aceitação das diferentes habilidades, interesses e estilos entre seus filhos. Valorize a singularidade de cada membro de família;


- Ajude seu filho a se sentir bem consigo mesmo. Crianças que se sentem mal sobre si mesmas, muitas vezes tratam mal os outros. Crianças com boa auto-estima são mais propensas a tratar os outros com respeito. Ajude o seu filho a se sentir respeitado e valorizado.

Por Carmem Sanches

Comente