Cabelo de criança no verão

Mudanças nos cabelos das crianças para o verão

Toda estação sempre pede um visual renovado. Para as crianças, a máxima também vale. Elas adoram penteados diferentes, cortes, cores e, claro, deixar as mães louquinhas com tanta fome de mudança. Para você não entrar em parafuso, o Vila Filhos foi atrás do Glitz Mania, em São Paulo, um salão de beleza desenvolvido especialmente para os pequenos.

Tudo começa na boa escolha. Juliana Monteiro, uma das sócias do salão, afirma que os cortes curtinhos são ideais para essa época tão quente. "Como as crianças costumam ficar muito tempo em piscinas e praia, manter um corte mais curto garante praticidade e ajuda a manter os fios saudáveis", afirma. "Na maioria dos casos, quem escolhe o corte dos baixinhos são os pais. Cabe ao profissional auxiliá-los na escolha, levando em conta o tipo de rosto e cabelo da criança, além do conforto e da praticidade do corte. Mas nada impede as crianças de opinarem"

"As meninas de cabelo liso gostam muito do corte chanel, pois garante a praticidade necessária para o dia-a-dia e, ao mesmo tempo, aparenta sempre estar arrumado, sem grandes esforços", afirma Juliana. Já para as meninas com cabelos cacheados, ela diz que a preferência é manter as madeixas longas. "As meninas de cabelos cacheados preferem manter os fios mais longos para diminuir o volume. Nossos profissionais aconselham manter a base do cabelo reta, para obter esse efeito", esclarece.

Outro ponto preocupante é a vontade das meninas de mudar a cor dos cabelos. Juliana afirma que o ideal mesmo é que as elas só mudem a cor das madeixas a partir dos 12 anos, nunca antes. "Cada vez mais cedo, as meninas desejam mudar o visual, com coloração, relaxamento, e outras opções que aparecem a cada ano. Mas além do fator saúde, acreditamos que as crianças devem ter outros interesses que estejam mais de acordo com sua idade".

Os meninos têm um jeito todo deles de ser e preferem algum corte mais "jogado", como define Juliana. "Para isso, um dos cortes mais pedidos é o ‘príncipe’, que mantém os fios mais longos", diz Juliana.


Mudanças muito radicais, como da cor dos cabelos, ou mesmo cair na moda de manter os fios lisos com escova progressiva, dificilmente trarão algum benefício para os pequenos. "Há riscos à saúde, como alergia e super sensibilidade aos produtos utilizados. Não existem produtos de coloração ou alisamento próprios para crianças no mercado", alerta.

Por Tissiane Vicentin (MBPress)

Comente