Brinquedinhos que viciam

Brinquedinhos que viciam

Colecionar álbuns de figurinhas é um hábito infantil que ultrapassa gerações. E como tudo na vida evolui, eles também ganharam novos atrativos que, diga-se de passagem, são eficientes na conquista da fidelidade das crianças. Para falar o português claro, vários deles viciam as crianças a pedir e pedir e pedir que os pais comprem novos pacotinhos de figurinhas todos os dias. E não é por menos: eles trazem, além dos autocolantes, miniaturas dos personagens que compõem a coleção.

O livro ilustrado Fut Gogo’s Crazibones é um bom exemplo. Lançado em março deste ano, chegou às bancas levando 90 personagens divididos em nove times: Brazus, Tanus, Guacos, Britkicks, Woofens, Zurros, Ibéricos, Lebles e Latinus. Virou febre. Atualmente, segundo a Editora Panini, responsável pelo lançamento no Brasil, os Gogo's são colecionáveis em mais de 12 países e estão entre os cinco brinquedos mais apreciados entre as crianças da Espanha e Inglaterra.

As crianças torcem para que no pacotinho, quem vem com quatro cromos autocolantes e mais duas miniaturas, apareça algum dos personagens metalizados em ouro, prata ou bronze. Há ainda outras versões: energy, que muda de cor conforme a temperatura, os multicolors que são pintados à mão e os relevo com mais de 20 cores diferentes. O livro ilustrado para colecionar os cromos sai por R$ 3,00, tem 34 páginas, fichas com informações sobre cada personagem, 6 jogos, 1 poster tabuleiro em forma de campo, a história do Torneio Fut Gogo’s. Cada envelope com a figurinhas e os Gogo’s custa R$ 2,00.

"Eu sempre gostei de colecionar álbuns de figurinhas e acho legal que hoje em dia esse tipo de produto traga tantas novidades. Mas, realmente, esse negócio não tem fim e as crianças pedem para eu comprar novos pacotinhos todos os dias", diz Gerson Mathias, pai de André, 7 anos, e Diego, 5. "O lado bom é que eles colecionam juntos e brincam com vários amiguinhos que também colecionam. Além disso, eles aprenderam a negociar. Agora, só ganham novos Gogo’s aos sábados". Importante lembrar que o produto é indicado para crianças de 5 a 12 anos.

Ainda segundo a Editora Panini, a vantagem para as crianças é o estímulo à sociabilidade infantil, além de propiciar aos pequenos desenvolver por si só as formas de brincar com os Gogo's do jeito que julgam mais divertidas, motivando suas próprias brincadeiras.

Mighty Beanz

Apesar de não vir com livro ilustrado, outro tipo de coleção tem atraído um bom número de crianças adeptas: os Mighty Beanz. Como o próprio nome sugere, são brinquedinhos parecidos com feijõezinhos, que servem para, vejamos, fazer manobras com as mãos. Até possuem acessórios, como pistas de manobras. Mas o que as crianças gostam mesmo é de tê-los aos montes.


São pelo menos 100 Mighty Beanz divididos em grupos do tipo: clube de luta, radicais, pré-históricos, músicos, mitos e pet, entre outros. Há ainda a subdivisão entre os beanz pop, raros e ultra raros. Estes, porém, não se encontram nas bancas, mas em lojas de brinquedos importados. Cada pacote, que vem com dois Mighty Beanz e um guia do colecionador, pode ser encontrado por R$ 6,00.

Por Adriana Cocco

Comente

Assuntos relacionados: crianças personagens brinquedinhos