Brincadeiras entre pais e filhos

brincadeiras de pais e filhos

A maior preocupação dos pais é com relação à educação dos filhos. Muitos acham que a escolha do colégio, a moral e os bons exemplos formam a receita para se construir um bom caráter, mas não é apenas com regras que as crianças se tornam pessoas melhores.

Segundo a psicóloga Tatiana Sentelhas, a aproximação dos pais com os filhos é fundamental para o futuro das crianças. “Quando brincamos com nossos filhos, podemos ensiná-los a perder medos e a lidar com frustrações. É a melhor forma de ajudá-los a desafiar a vida e a vencer alguns obstáculos. Eles se sentem mais confiantes, pois têm a pessoa amada ao seu lado”, afirma a terapeuta.

As crianças de hoje em dia precisam de companhias mais pessoais. Elas enxergam o mundo por meio das telas dos computadores, televisões e vídeo games. Por isso, perderam um pouco da referência de companhia. Brincadeiras saudáveis como pega-pega, esconde-esconde e barra-manteiga, que precisam de mais de duas pessoas para serem realizadas, são pouco conhecidas por elas.

E não é apenas para as crianças que as brincadeiras trazem benefícios. “Além da aproximação, os adultos afloram seu lado infantil, que muitas vezes não foi muito desenvolvido na infância”, explica Tatiana.

Quando isso acontece, liberamos toda a tensão do dia-a-dia e ficamos muito mais leves. “Através das brincadeiras e descontração, pais e filhos aprendem a se respeitar e a compreender suas fraquezas”, complementa a especialista. Uma hora diária com seus filhotes pode mudar suas vidas e, principalmente, o mundo de amanhã.

Fonte - MBPress

Comente