Bebê de 9 meses morre após engolir presilha

Entenda os problemas que um simples objeto pode gerar, se engolido
bebê-presilha-asfixia

Foto - Reprodução/Facebook

Um caso chocou o Brasil na última semana. Valentina, de apenas 9 meses, faleceu após ter engolido uma presilha. A menina foi submetida a diversas cirurgias, teve uma parada cardíaca e ficou por alguns dias internada na UTI. Ela faleceu na última segunda-feira (10), por falência múltipla de órgãos, no Hospital Pequeno Príncipe, em Curitiba, no Paraná.

Segundo o Hospital, que é um dos maiores órgãos filantrópicos de atendimento infantil do país, casos de bebês que engolem objetos é muito comum. Só em setembro, o hospital chegou a atender mais de 50 casos. A moeda é um dos objetos mais engolidos. Já nos Estados Unidos, mais de 3.500 crianças por ano vão parar no hospital por terem engolido pilhas.

Antes dos 2 anos, as crianças costumam colocar tudo o que tocam na boca. Essa é a maneira delas conhecerem o mundo. Cabe aos pais ficarem alerta ao que está ao redor das crianças; não deixe objetos pequenos em criados mudos, armários baixos, etc. Os brinquedos de pilha e bateria também entram na lista de perigos. Além de causar asfixia e morte, crianças que sobrevivem tendem a conviver com danos para o resto da vida.


Comente

Assuntos relacionados: asfixia