Atividades de coordenação motora para os filhos

Atividades de coordenação motora para os filhos

Foto: Jamie Grill/Tetra Images/Corbis

Após o nascimento do bebê os pais-coruja ficam acompanhando encantados todos os movimentos dele. Como ainda é pequeno e só dorme, a tendência é que os movimentos sejam mínimos. Mas com ao passar do tempo, ele começa a virar, levantar as mãos os pés e mexer o pescoço, sinais de que a coordenação motora está começando a surgir.

E essa é à hora na qual você também tem que ajudá-lo, estimulando esses movimentos. Assim seu filho não será uma criança que apresenta dificuldadess motoras. Porém, essa fase que deveria ser normal para os pais acaba se tornando cheia de medo, preocupação e dúvida por não saberem como agir de maneira correta.

Segundo José Ricardo Genari, professor de Educação Física do Colégio Visconde de Porto Seguro, especializado em psicomotricidade e estimulação motora, há diversas maneiras de estimular coordenação motora das crianças. O que varia é o tipo de brinquedo, que deve ser de acordo com a idade.

"A criança já sai estimulada da barriga da mãe, o que podemos fazer é ampliar essa capacidade a partir dos três aos quatro meses com brinquedos de encaixe com cores diferenciadas e com sons", explica José. E até mesmo um simples papel pode ajudar a movimentar a mão do bebê, fazendo os simples movimentos de rasgar e amassar. "Assim, desde pequeno, ele terá o controle dos suas ações."

A mãe tem sempre que estar atenta aos sinais que o filho demonstra, pois alguns deles podem indicar que ele não tem a coordenação motora desejada. "Cair demais ou derrubar copo, talheres e brinquedos são sinais que devem ser analisados. Mas calma, não é nada que precise procurar um médico imediatamente Cada criança tem o seu tempo certo para desenvolver a coordenação", orienta o professor.

Para você ajudar o seu filho a desenvolver a coordenação motora, José Ricardo separou dicas de acordo com a idade da criança:

Atividades de coordenação motora para os filhos

0-2 anos

A estimulação deve ser ampla, permitindo correr, rastejar, pular e dar brinquedos como bolas, arcos e brinquedos de encaixe.

Atividades de coordenação motora para os filhos

3-5 anos

Pode-se começar a fazer movimentos mais elaborados, como correr com ponto de referência, passar entre cones, saltar e parar. Triciclos e bicicletas são brinquedos bem-vindos nessa idade, sempre com o auxílio da rodinha.

Atividades de coordenação motora para os filhos

6-8 anos

É muito importante nessa idade deixar a criança descobrir seus próprios medos. Deixe-a saltar em planos altos, passar debaixo de túneis, pular corda, arremessar argolas. Brincar com bolas de diferentes tamanhos, jogar peteca e bicicleta sem rodinha já são recomendados.

Atividades de coordenação motora para os filhos

9-12 anos

Essa idade é ideal para começar os movimentos voltados ao esporte: saltar obstáculos, correr, rolar, brincar de bate e rebate e chutar. Troque a bicicleta de criança por uma de aro 24, ensine a andar de skate, patinete e patins e estimule seu filho com os clássicos jogos recreativos, como dama e roda pião.


Além de todas essas orientações José Ricardo afirma que colocar a criança desde pequena na natação ajuda não só na respiração. "Esse é um esporte que ajuda a estimular toda a parte de corpo, ajudando a coordenação motora do seu filho", finaliza.

Por Marisa Walsick (MBPress)

Comente