Anorexia infantil

Anorexia infantil

Quando ouvimos a palavra anorexia a primeira imagem que pensamos é de uma mulher extremamente magra que chegou a esse ponto em uma busca exagerada pelo "corpo perfeito", certo? Mas saiba que existe outro tipo de anorexia que atinge crianças pequenas e tem motivos bem diferentes.

O psicanalista, Dr. Wilson de Campos Vieira explica que a anorexia infantil pode começar a se desenvolver no primeiro ano de vida da criança, quando o bebê recusa a comida e os pais forçam. "As crianças pequenas tem o apetite mais sensível, às vezes é normal que elas percam o apetite. Os pais não devem forçar."

O psicanalista explica que a doença pode aparecer quando o ato da criança rejeitar comida e os pais forçarem se torna um ciclo. "A criança lembra da tortura que passou, quando não teve vontade de comer e foi forçada, e perde ainda mais o apetite."

Na infância o problema é facilmente reversível. De acordo com Dr. Wilson, com acompanhamento pediátrico, em cerca de 15 dias, deixando a criança comer somente quando e como quiser, ela perde as lembranças ruins e volta a ter uma relação boa com a comida.

O principal problema aparece quando a doença não é detectada e tratada na infância, já que na vida adulta ela pode se espalhar para diversos outros aspectos e exigir tratamento psiquiátrico.


"Tenho pacientes que começaram com a anorexia infantil e hoje enfrentam diversos problemas, já que se espalhou para tudo na vida. A pessoa sente como se tudo o que lhe fosse sugerido estivesse sendo imposto, obrigado, e isso gera uma grande dificuldade de relacionamento. Por exemplo, alguém sugere um horário para ir ao cinema e a pessoa que sofre com o distúrbio sente como se tivesse sendo obrigada a fazer aquilo, quando na verdade foi apenas uma sugestão e acaba brigando sempre e não conseguindo levar a vida normalmente. "

Por Larissa Alvarez

Comente

Assuntos relacionados: filhos crianças bebês anorexia comida