Agitado ou hiperativo?

Crianças são caixinhas de surpresa. Algumas quietas demais, outras muito agitadas. E algumas vezes, as duas coisas... quieta na escola, agitada em casa, ou vice-versa.

Não é incomum, com a permanência do comportamento agitado nas crianças, ouvir de alguém que se trata de um hiperativo... mas o que é isso? Hiperativo não é criança agitada e sim com dificuldade de concentração, que leva a agitação e também ao comportamento disperso.

Esse transtorno de comportamento chama-se TDHA, e se existe suspeita, a criança deve consultar um neurologista infantil e ser medicada. Ela precisará também de apoio psicopedagógico na aprendizagem, pois a dificuldade de concentração e facilidade de dispersão atrapalharão o seu progresso, além de acabar por rotular esse aluno como “hiperativo”, “furacão” ou quaisquer outra denominação que em nada ajudará a criança a reverter a situação.

Se você já ouviu isso sobre seu filho e ele realmente tem comportamento agitado acima do padrão, você não consegue freqüentar lugares públicos com ele sem se aborrecer, passa vergonha na casa dos amigos, e ele tem dificuldades na escola, não hesite em procurar profissionais realmente comprometidos em ajudar sua família.

Investigue o comportamento do seu filho, ele pode estar precisando da sua ajuda e atenção se realmente for hiperativo. Do contrário, ele pode ser apenas uma criança agitada tentando chamar sua atenção, e mesmo assim pode ser ajudada por bons psicólogos infantis.

Michelle Maneira é pedagoga, com pós-graduação em psicopedagogia e especialização em tecnologias educacionais, professora de educação infantil da rede pública.

Comente