Acidentes domésticos

Quando se trata de segurança e prevenção de acidentes domésticos, o que realmente é necessário adaptar na casa com crianças? Até onde vai a necessidade e onde entra a educação dos pequenos?

Basta um piscar de olhos e os pequenos encontram o que aprontar! Todo cuidado são pouco com janelas, eletricidade, garrafas e produtos de limpeza. Podemos deixar nossa casa totalmente adaptada ao furacão que mexe em tudo, mas como se comportará essa criança na casa dos avôs e das visitas?

Além disso, ouvimos dos mais velhos: criei meus filhos sem essas frescuras... Nunca tive telas ou tirei minhas coisas do lugar, eles me obedeciam no olhar... Diante disso, nos sentimos impotentes, mas convenhamos, estamos lidando com outra geração e cuidado não faz mal a ninguém!

Se você mora em apartamento, ou até mesmo sobrado, as redes de segurança ou grades são importantes sim, porém os pequenos não podem ter o costume por conta disso de se pendurar em janelas e sacadas, elas sempre são perigosas!

Os produtos de limpeza, para crianças de qualquer idade, são extremamente venenosos, porém suas cores são chamativas e quem não gosta de brincar com espuma e brincar de casinha? Então eles devem estar em armários altos sem acesso dos pequenos.

Para as tomadas, os protetores plásticos têm o mesmo efeito de tiras de fita crepe, e aqui também vale o ensinamento dos pais, pois o próprio protetor algumas vezes vira brinquedo para as crianças, chamando mais atenção às tomadas!

A cozinha é um paraíso de problemas e não custa nada deixar garrafas, vidros e louças em armários altos, deixando os armários baixos com potes plásticos e panelas... Quem nunca gostou de mexer nesses apetrechos? Aqui vale a educação: criança nunca deve ficar sozinha na cozinha! Fogão nem pensar, por mais válvulas de segurança que tenha, são sempre perigosos.

E muita cautela com pequenos brinquedos, moedas, clipes e objetos que podem ir à boca, é tudo muito rápido!

Piscinas e caixas d´água que podem ser acessadas devem estar protegidas, para alguns curiosos, até mesmo o vaso sanitário pode ser motivo de afogamento.

Algumas crianças são mais “intrometidas” e teimosas, e tornam tudo perigoso! Essas precisam principalmente de disciplina e rigidez. Não é não, e não deve haver exceções porque tem alguém olhando... Segurança deve vir sempre em primeiro lugar!

Michelle Maneira é pedagoga, com pós-graduação em psicopedagogia e especialização em tecnologias educacionais, professora de educação infantil da rede pública.

Comente