A Necessidade do NÃO.

Li esse artigo sobre a menina Eloá, morta pelo ex-namorado Lindemberg; Como tudo serve de experiência e é preciso tirar certas lições do que ocorre em nossas vidas (ou na dos outros) e refletirmos para quem sabe evitar futuras tragédias. Uma reflexão interessante e colocarei aqui para vocês.

O que leva uma pessoa a acabar com a própria vida e a de outras? Índole? Influência da televisão? Situação social? Traumas? Raiva contida? Deficiência mental? Permissividade exacerbada da sociedade em que vivemos?

A resposta de Lindemberg foi simples: “Ela não quis falar comigo”. Eloá disse NÃO; NÃO queria mais falar com ele. Mas ele não aceitou um NÃO. O desfecho da história todos já sabem… Uma vida ceifada.

Se alguém pensar no absurdo do caso, perceberá que o único NÃO foi o dela. Faltaram muitos outros NÃOS nessa história toda… Faltou um pai e uma mãe dizer que a filha de 12 anos NÃO poderia namorar com um rapaz de 19 anos; Faltou NÃO deixar uma refém libertada voltar para o cativeiro; Faltou a polícia NÃO negociar com um sequestrador por mais de 24 horas; Faltou o governo dizer NÃO à imprensa, impedindo assim que apresentadores de tv sensacionalistas conversassem com o sequestrador… Faltaram NÃOS! Simples assim… Parece que a única que disse NÃO foi quem terminou com uma bala na cabeça.

O mundo inteiro está carente de NÃOS. Cada vez mais pais e educadores morrem de medo de dizer NÃO às crianças; Ainda hoje muitas mulheres temem dizer NÃO aos maridos - e alguns maridos temem dizer NÃO às esposas; Pessoas temem dizer NÃO aos amigos; Noras e genros não conseguem dizer NÃO às sogras; Subordinados não conseguem dizer NÃO aos chefes; Há até quem não consiga dizer NÃO aos próprios desejos… E assim são criados alguns monstros. Alguns talvez não cheguem a sequestrar pessoas, nem terminem por cometer homicídios, mas têm pequenos surtos quando escutam um NÃO, seja do guarda de trânsito, do chefe, dos professores, dos amigos, do namorado, da namorada… Pessoas assim acabam tendo a falsa ilusão de que o mundo gira em torno de suas próprias cabeças.

Os pais dizem que não querem traumatizar seus filhos - e não é raro ver alguns tomando tapas de bebês com 1 ou 2 anos. Outros gastam o que não têm em brinquedos e festas faraônicas para seus filhos só para eles não ficarem tristinhos… Está difícil ouvir alguém dizer NÃO! Você NÃO pode bater no seu amiguinho. NÃO, você NÃO vai assistir essa novela para adultos. NÃO, você NÃO vai fumar maconha enquanto for contra a lei. NÃO, você NÃO vai passar a noite fora. NÃO, você NÃO vai dirigir sem carteira de habilitação. NÃO, você NÃO vai beber enquanto não for maior de idade. NÃO, essas pessoas NÃO são companhia para você (porque quem com porcos se mistura, farelo come). NÃO, hoje você NÃO vai ganhar brinquedo porque papai e mamãe têm outras prioridades em casa e o dinheiro não vai dar. NÃO, você NÃO vai comer só batata frita com refrigerante e chocolate depois. NÃO, você NÃO vai passar o tempo que quiser na frente do computador. NÃO, aqui NÃO é lugar para você ficar. NÃO, você NÃO vai faltar a escola sem estar doente. NÃO, essa conversa NÃO é para você se meter. NÃO, com isso você NÃO vai brincar. NÃO, hoje você está de castigo e NÃO vai sair com seus amigos…

Crianças e adolescentes que não ouvem bons, justos e firmes NÃOS, crescem sem saber que o mundo NÃO é só deles. E no primeiro NÃO que a vida dá - e ela dá muitos - eles surtam, usam drogas como fuga, compram armas e saem de carro dando tiros para o alto para se sentirem mais poderosos e corajosos, transam sem proteção e antes do tempo por rebeldia, batem nos professores, furam os pneus do carro do chefe, chutam mendigos e prostitutas nas ruas, etc.

Não se está defendendo com isso a volta da educação rígida e sem diálogo de outrora, ao contrário. Crianças e adolescentes tratados com amor verdadeiro, sem culpa, tranquilo e livre, conseguem perfeitamente entender uma punição do pai ou da mãe - um NÃO como resposta. Sabem que amor não é somente prazer, mas também responsabilidade. E quem ouve NÃOS também aprende a dizê-los quando preciso for. Aprende que é necesário dizer NÃO a algumas pessoas, com respeito e firmeza, mesmo que sejam pessoas que ame.

Assim, por mais que seja difícil, é preciso dizer NÃO em algumas situações a algumas pessoas que cruzam nosso caminho - e respeitar os NÃOS que recebemos. Só assim a violência desmedida de nossos dias será solucionada. O NÃO protege, ensina e prepara.

Comente

Assuntos relacionados: filhos novela posições sexuais