A importância do estímulo materno para a leitura

A importância do estímulo materno para a leitura

Todas as atitudes das mães tem reflexos no que o filho vai carregar para o resto da vida. Ou seja, as mães também ensinam coisas aos seus filhos pelos exemplos que dão. Uma prova disso aparece na pesquisa Retratos da Leitura no Brasil, realizada pelo Instituto Pró-Livro. O levantamento mostrou que um em cada três leitores tem lembranças da mãe lendo algum livro e 51% dos leitores tem na mãe sua grande incentivadora no processo de ler por prazer.

O papel dos pais mostra-se mais relevante ainda quando são feitas comparações entre leitores e não-leitores. Entre as crianças de 5 a 10 anos, 73% delas citam as mães como quem mais as estimularam a ler. A importância feminina é ainda maior no Norte (59%) e no Nordeste (56%) do país, números muito maiores do que quando se fala em lembranças de professores.

A pesquisa traz ainda uma outra boa notícia, as mães encaram a leitura não é só como aprender a decodificar os códigos e símbolos da escrita, mas também a possibilidade de uma viagem acessível, que libera sentimentos, paixões que amplia a visão e mostra que os sonhos auxiliam na formação da realidade.


E você, lê para o seu filho desde pequenino? Se a resposta for não, não perca mais tempo e comece a estimular esse importante hábito no seu filho.

Por Larissa Alvarez

Comente

Assuntos relacionados: filhos mães leitura instituto pró livro