Em apoio à colega, classe inteira usa tapa-olho por um dia

O desafio foi lançado pela professora Fabiana Marques Dourado para prevenir bullying e incentivar o respeito dentro e fora da classe
tapa-olho bullying

Foto: Fabiana Marques/Arquivo Pessoal

Usar tapa-olho pode ser um grande desafio na época escolar. Isto porque existem muitas crianças que não compreendem as diferenças e dificuldades do próximo e praticam bullying com os colegas, que acabam sofrendo com a exclusão e a vergonha de ser diferente.

Era este o receio de Murilo Gotardo, um garoto de 8 anos que precisaria usar um tapa-olho por três meses por conta de uma hipermetropia. Para evitar este tipo de efeito dominó, Fabiana Marques Dourado, uma professora do Distrito Federal criou um desafio diferente para seus alunos: passarem um dia inteiro com um tapa-olho. A atitude super inteligente foi na Escola Classe 05, em apoio ao estudante.

“Conversei com a mãe do Murilo e ela enviou uma caixa com os tampões para usarmos. A experiência foi gratificante porque meu objetivo foi alcançado. Foi maravilhoso ver a alegria dele e o respeito dos colegas. Acredito que com a brincadeira evitamos comentários ou brincadeiras desagradáveis”, disse Fabiana.

Além de usarem o acessória, depois as crianças fizeram desenhos para representar o dia delas. E o resultado foi tão bom que outras turmas quiseram viver a mesma experiência.

tapa-olho bullying

Desenhos feitos pelos estudantes da Escola Classe 05 do Núcleo Bandeirante, em Brasília, representando crianças com tapa-olhos. Foto: Fabiana Marques/Arquivo Pessoal

“Os alunos das outras salas ficaram curiosos e queriam saber por que nossa turma estava com o tampão. Expliquei e eles entenderam, acharam legal e ainda querem usar depois”, contou a professora.

“A atitude ajudou muito o Murilo a aceitar o uso [do tapa-olho]. Ele estava muito receoso com  as reações que os colegas poderiam ter. Toda mãe tem medo que o filho seja alvo de bullying. Porém, ele chegou em casa muito feliz e contando para todo mundo. Ele está muito receptivo com o tapa-olho”, comemora a mãe.

Uma atitude incrível, parabéns à professora!

Por Thamirys Teixeira

Comente