Como proteger os filhos da pedofilia?

Saiba como proteger seus filhos da ação de adultos mal intencionados nas redes
pedofilia internet MasterChef

Após a participação de Valentina no "MasterChef Jr", pedófilos assediaram a participante pelo Twitter. Foto - Reprodução/Band

O "MasterChef Júnior", da Band, estreou na noite de terça-feira (20) e teve como destaque o talento nato de pequenos chefs entre 9 e 13 anos. Como esperado, o programa gerou grande engajamento na internet - principalmente no Twitter, mas o que ninguém imaginava era que uma das integrantes do programa, fosse ser alvo de comentários de pedofilia na rede.


Valentina, de 12 anos foi parar nos trending topics do Twitter no dia da estreia, sendo o mais comentado. Posts de mau gosto eram publicados frequentemente sem pudor ou bom senso nenhum.

Valentina MasterChef

Foto - Reprodução/Band

pedofilia internet MasterChef

Valentina Schulz, do MasterChef Júnior, com o jurado Erick Jacquin. Foto - Reprodução/Band

Alguns fãs menina comentaram em sua defesa e ficaram chocados com os posts e a grande maioria lembrava: PEDOFILIA É CRIME. Veja nas imagem abaixo o conteúdo dos comentários criminosos:

valentina master chef pedofilia

Foto - Reprodução/Twitter

valentina master chef pedofilia

Foto - Reprodução/Twitter

valentina master chef pedofilia

Foto - Reprodução/Twitter

Comentários deste tipo motivaram uma discussão que ha algum tempo não têm sido colocada em pauta pela mídia, o abuso e a exploração sexual de crianças e adolescentes. É preciso informar aos pais e as crianças dos riscos que alguns adultos oferecem para as crianças e ensinar aos filhos sobre a importância de não confiar em estranhos e informar aos pais sobre tudo o que lhes é proposto.

O assunto é sério e os números são assustadores. Os abusadores  utilizam das das redes sociais para contatar as vítimas, com a criação de perfis falsos, oferecendo concursos entre os adolescentes e requisitando fotos sensuais, seminuas e nuas para avaliação, que acabam sendo vendidas na internet. Assim, os contatos virtuais, iniciados nas redes sociais, acabam se concretizando em encontros pessoais, com manipulação e envolvimento da vítima.

Segundo dados obtidos pelas pesquisadoras na 4ª. Delegacia de Repressão à Pedofilia, 40% dos abusadores têm idade entre 18 a 40 anos , 35% até 17 anos e 25%, mais de 40 anos. Os dados mostram ainda que a maior parte dos casos (60%) não envolve pessoas com algum parentesco com a vítima. Pais molestadores chegam a 15%, padrastos, 10% e pessoas com outro grau de parentesco, 15%. As maiores vítimas são meninas (80%). Crianças entre 7 e 13 anos são as mais vulneráveis e representam 60% dos casos. Crianças com menos de 7 anos chegam a 35% e 5% são maiores de 13 anos.

Como proteger seus filhos contra a ação de pedófilos?

Muitos pais e muitas mães não têm noção do que os seus filhos e filhas fazem diante do computador. Então o primeiro passo para proteger os filhos é estar atento a o que eles fazem na internet de uma forma com que eles não se sintam invadidos. É importante estabelecer um bom relacionamento com os filhos e procurar sempre conversar com a criança. Além disso, outras dicas podem ajudar:

  • Oriente os filhos para que saibam quando um adulto se aproxima de forma inconveniente. 
  • Domine os mistérios do computador e da internet. 
  • Evite deixar câmeras de internet no quarto das crianças. Se for inevitável (acoplada no computador) oriente a criança sobre os perigos da exposição na internet.
  • Instale o computador em um lugar da casa onde todos circulam. 
  • Observe se a criança diminui a tela quando os pais se aproximam. 
  • Oriente os filhos sobre sites duvidosos. 
  • Evite que as crianças coloquem suas imagens e informações pessoais na rede. 
  • Vale lembrar que as penas a que estão sujeitos os condenados por crimes relacionados à pedofilia e a atual Lei 12778, promulgada em 2014, que classifica a exploração sexual de criança e adolescente como crime hediondo, sem direito à anistia, indulto ou pagamento de fiança.

    Vamos ficar atentos?

    Por Thamirys Teixeira

    Comente