Como deixar a casa mais segura para crianças

Cuidados recomendados para evitar acidentes
crianças-acidentes-domésticos

Foto - Shutterstock

Infelizmente, acidentes ou lesões acidentais representam a principal causa de mortes de crianças e jovens de 0 a 14 anos no Brasil. Os dados são da ONG Criança Segura Brasil.

Considerando estes dados, a arquiteta da Praquemarido, Cristiane Sita, sugere abaixo algumas dicas importantes para deixar a casa mais segura para crianças:

Pisos: 

Para áreas internas, é recomendado utilizar pisos vinílicos, que são fáceis de limpar e com pouco impacto para ranhaduras. Para áreas externas, uma boa escolha é o piso antiderrapante, pois é a melhor opção para evitar escorregamentos. 

Janelas: 

Não existe janela melhor ou pior. O ideal é que se considere sempre grades ou telas para evitar que as crianças corram riscos de quedas. As janelas mais seguras para crianças devem estar em peitoril mínimo de 90cm. O vão das grades nunca deve ser maior do que 11cm. Inclusive, é norma para evitar a passagem de crianças menores e/ou animais.

Área de serviço: 

Um dos acidentes mais comuns em áreas de serviço é conhecido como Síndrome do Tanque e acontece quando a criança se pendura ou tenta subir nele. Quando mal fixado, o tanque pode se desprender da parede e cair sobre o peito da criança, causando sérias lesões e, em casos mais graves, a morte da criança. 

Outro cuidado na área de serviço é com produtos de limpeza. O ideal é instalar armários fechados ou prateleiras altas, fora do acesso das crianças, evitando assim a ingestão ou inalação de produtos.

Sacadas: 

Utilize telas sempre ou cortinas de vidro. Os peitoris precisam ter altura mínima de 1,10m e não devem ter apoios horizontais escaláveis. Os vãos devem ser menores do que 11cm. Quando utilizar vidro, verifique se o fechamento foi feito com vidros temperados e laminados, pois são mais resistentes e seguros.

Piscina: 

A piscina deve ser coberta por lona ou cercada, mas é importante os pais saberem que ambas as soluções não são consideradas 100% seguras. Portando, atenção redobrada aos pequenos. Portões de limitação de acesso devem estar sempre trancados.

Quartos e sala: 

Sugiro a instalação de cantoneiras plásticas encaixáveis em cantos vivos, como quinas de mesas e móveis. Evitar passadeiras e tapetes que não aderem ao chão e que podem provocar escorregões. 

No caso das camas para os pequenos, deve-se prever a instalação de grades, ainda que adaptáveis e/ou encaixáveis.

Escadas: 

No mercado são encontradas fitas que podem ser coladas no limite do degrau e que são antiderrapantes. A melhor opção é colocar cercas tanto na subida quanto descida, que são vendidas em casas de construção. Os acidentes podem acontecer em qualquer sentido.


Por Vila Mulher

Comente

Assuntos relacionados: acidentes domésticos