Brincadeiras na água - dicas de segurança para as crianças

Será que ficar só no rasinho é realmente mais seguro? Veja aqui como proteger seus filhos
brincadeiras água crianças segurança

Foto - Istock/© JaySi

As brincadeiras na água parte da curtição das crianças nos tempos de férias. Mas antes de levar os filhos para o mar ou piscina, é preciso ficar atento a algumas dicas de segurança para as crianças.


O primeiro cuidado para garantir o bem estar dos filhos é passar protetor solar (de preferência fator 30). Se a pele da criança for mais sensível, o bloqueador solar é uma boa alternativa.Pele protegida, chegou a hora de tomar os cuidados com a água. 

Veja aqui outras considerações para cuidar das crianças na água:

Saber nadar

Nunca deixe as crianças sozinhas na piscina ou próxima a ela. Estimule-as a aprenderem a nadar o mais cedo possível.

Falsa ideia do ficar só no rasinho

Mesmo que a criança for ficar só na borda e diz que não irá entrar na água tem que usar boia e ser vigiada.Se necessário, seja firme: ou usa a boia ou não entra.

Cuidado com cortes

Evite que elas usem copos, garrafas ou outros utensílios de vidro na área da piscina.

Raios e tempestade

Ao sinal de chuva ou tempestade, faça com que saiam da piscina, abrigando-as em local coberto.

Cuidado com as brincadeiras

Evite que elas façam brincadeiras por demais agressivas (de agarrar ou empurrar) na área da piscina.

Risco de choques 

Cheque para que os equipamentos elétricos e seus fios fiquem longe da piscina.

Saiba agir em caso de emergência

Mantenha um telefone e lista de emergência nas imediações da piscina.

Por Thamirys Teixeira

Comente