Uma casa, várias janelas!

Outro dia, minha empresa fez uma palestra para clientes, como fazemos todos os anos. Nesses encontros sempre apresentamos algum tema relevante sobre nossa área de trabalho. Em nosso último encontro, realizado durante uma manhã num hotel em São Paulo, percebi a presença de uma cliente, ainda gozando de sua licença-maternidade.

Ao vê-la a primeira pergunta que fiz foi: “o que você está fazendo aqui?”. Meu espanto era porque ela estava “fora” do trabalho por esse período e não imaginei que fosse comparecer a um evento profissional, ainda mais que não teria grandes impactos diretos nem imediatos sobre sua carreira. A resposta de minha cliente foi ótima: “quis dar uma escapada da minha rotina de mamadas. Estou achando ótimo sair um pouquinho e respirar o mundo profissional”.

A resposta dela me fez pensar muito. Inúmeras vezes, na correria profissional, abrimos “janelas” e damos escapadas, como ela diz, para viver o lado mãe: levar o filho ao médico, ver uma apresentação de música da filha ou buscar o filho na escola, por exemplo. Abrimos essa “janela” para nos sentirmos mais completas, mais equilibradas, mais em paz conosco.

Minha cliente abriu a “janela” no sentido oposto, da maternidade para a vida profissional. Talvez as razões fossem as mesmas: sentir-se mais completa, equilibrada e em paz.

O que essa historinha me mostrou é que, para nós mães e profissionais, a complementação desses papéis é o que nos move. Não queremos estar com um “pé” em um ou outro mundo. Queremos pôr nossos pés nos dois mundos.

Cecília Russo Troiano é psicóloga, sócia-diretora da Troiano Consultoria de Marca e autora do livro “Vida de Equilibrista”. Casada e mãe de 2 filhos, ela afirma que é mãe equilibrista, vive sua vida tentando equilibrar “pratinhos”.

Email - cecilia@troiano.com.br / Venda do seu livro pelo site www.vidadeequilibrista.com.br

Comente