Teste da orelhinha é fundamental para a saúde do bebê

Teste da Orelhinha

Foto - Shutterstock

Ter a audição normal é um fator importante para o desenvolvimento adequado da fala e linguagem nas crianças. Alterações auditivas, mesmo que pequenas e transitórias, podem estar associadas a distúrbios da fala e do aprendizado.

Cuidado mamães! É preciso muita atenção dos pais para que esse quadro seja tratado desde cedo. Sabendo dessa importância, foi criada - e sancionada - a lei que tornou obrigatória e gratuita a realização do Teste da Orelhinha, em 2010.

O Teste, que é realizado já no segundo ou terceiro dia de vida do bebê, é indolor, não tem contra-indicações, é feito durante o sono do recém-nascido e dura em torno de dez minutos. Segundo a otorrinolaringologista e otoneurologista Rita de Cássia Cassou Guimarães, o exame é imprescindível para todos os bebês, principalmente àqueles que nascem com algum tipo de problema auditivo."Um recém-nascido que tem um diagnóstico e intervenção fonoaudiológica até os seis meses de idade pode desenvolver linguagem muito próxima a de uma criança ouvinte", enfatiza Rita.

Uma criança com dificuldade auditiva pode acabar perdendo estímulos importantes para o seu desenvolvimento, a sua comunicação e socialização. "Os sons são essenciais na formação do indivíduo. Muitas enfermidades podem ser detectadas logo após o nascimento, mas quando não há este tipo de acompanhamento e a criança fica três, quatro anos sem o diagnóstico, pode ser tarde para começar os tratamentos", alerta.

Quando a criança tem três ou quatro anos, o prejuízo no desenvolvimento emocional, cognitivo, social e de linguagem da criança já está comprometido. "É como uma bola de neve: a criança cresce e tem dificuldade em ouvir ou se expressar e, com isso, sente mais dificuldade em se socializar. Isolada por não ter fácil acesso ao grupo de colegas, ela pode apresentar depressão. E por aí vai", comenta a médica.

Para que isso não aconteça, a médica aconselha que os pais procurem sempre um pediatra, um médico otorrinolaringologista ou um fonoaudiólogo quando houver alguma suspeita de perda auditiva no seu filho.

Os exames preventivos devem ser realizados até os seis meses, quando as chances de recuperar a audição do bebê com êxito são praticamente 100%. Não se descuide, faça o teste da orelhinha e garanta uma audição saudável para a pessoa que você mais ama!


Comente

Assuntos relacionados: saúde audição teste da orelhinha