Teatro e contadores de história: sempre um bom programa!

Sempre tivemos o costume em nossa família de levar nosso filho mais velho (hoje com 7 anos), em contadores de história, teatros e até cinema desde cedo. Quando eu digo cedo, é bebê mesmo, ele era um bebê calmo, com horários para comer, dormir e mamar como um reloginho... então veio o segundo, e aquele dito, cada um é cada um, se concretizou... ele quer mamar o dia inteiro, come a qualquer hora e acorda com facilidade, o oposto do primeiro!

Os contadores de história e teatros do mais velho para não ficarem comprometidos tinham que ser acompanhados apenas por um (pai ou mãe), até que achei que se não acostumássemos o pequeno, poderia ser tarde demais, e com um bebê de 9 meses em punho, fui ao teatro com os dois!

Foi surpreendente! Ele aplaudiu, ficou vidrado e comportado! Ao término de 1 hora, acreditem, 1 hora, as pessoas que estavam em volta nos disseram: quando vi um bebê aqui, achei que teria problemas... como ele é comportado! Nem um desses imagina esse furacãozinho em casa...

E assim eu consagro minha teoria do costume: crianças se comportam apenas em lugares que estão acostumadas a freqüentar. Acostume seus filhos com bons programas para toda a família que todos ganharão com isso: a convivência em família, os elogios e principalmente cultura!

Michelle Maneira é pedagoga, com pós-graduação em psicopedagogia e especialização em tecnologias educacionais, professora de educação infantil da rede pública.

Comente