Regras de etiqueta para visitar recém-nascido no hospital

etiqueta visitar bebê

Foto - Shutterstock

Algumas pessoas cometem algumas gafes quando vão visitar recém-nascidos e mães em maternidades ou em casa. Por mais que seja um momento especial, os visitantes devem levar em consideração alguns fatos.

A primeira dica de etiqueta para visitar recém-nascidos é o horário. Nada de chegar ao quarto ou casa lá pelas 21h. Lembre-se de que a mãe está se adaptando às mamadas, novos horários e precisa descansar. Talvez, o trabalho e o trânsito não possam ter permitido a chegada com antecedência, por isso o ideal é marcar em um momento de folga, à tarde ou de manhã.

Evite visitá-la no dia do nascimento do bebê. O parto é um momento que absorve muita energia da mulher, muitos nascimentos podem ter complicações - como hemorragias, entre outros - e, provavelmente, os pais aproveitarão pouco as visitas. Caso você seja alguém bem próximo, vale a visita, mas espere que o convite venha dos pais.

Sabemos que os recém-nascidos são as coisas mais fofas da Terra - dá vontade de pegar e apertar no mesmo momento! Entretanto, lembre-se que os pequenos entraram em contato com o mundo há poucos dias. Fora isso, algumas mães não se sentem confortáveis com o filho em outro colo. Por isso, espere o convite da mulher para poder pegar o neném. Caso contrário, segure a emoção, mulher!

Os bebês são sensíveis aos flashes, portanto, nada de fazer aquele álbum gigante para a rede social! Este também é um momento reservado, dividido com os amigos próximos e família. A mesma regra vale para o tempo da visita: caso não seja muito próximo da mãe da criança, limite-se a ficar de 40 minutos até 1 hora - vamos reforçar que a mãe receberá muitas visitas, terá que cuidar da criança, etc.

Outro momento reservado: amamentação. Este é o começo de uma longa jornada entre a mãe e a criança, por isso é um tempo delicado e que deve ser reservado entre os dois. Ninguém gostaria de amamentar o bebê com plateia, certo?


Por Caroline Sarmento

Comente