Meu bebê não engorda, e agora?

Bebê

Foto: Lisa B./Corbis

Gravidez tranquila, pré-natal perfeito, parto incrível e um bebê lindo em seus braços. Tudo estaria indo bem se o pequeno ficasse cada vez mais gordinho, como é o normal. Mas e se isso não acontecer? Se seu bebê não engorda à medida que o tempo passa, o ideal é procurar um profissional.

Gustavo Badan, especialista em ginecologia, obstetrícia e mastologia da Sociedade Brasileira de Mastologia, diz: "Entre os possíveis motivos da estagnação de peso, podem estar fatores genéticos do próprio bebê e fatores maternos, como mães que tiveram infecções no primeiro trimestre da gravidez (toxoplasmose, rubéola, citomegalovirose, herpes, sífilis) ou hipertensão, lúpus e pré-eclâmpsia, por exemplo".

Outro fato que também costuma causar falta de peso nos pequeninos é o tabagismo, uso de drogas e certas medicações durante a gravidez. "Por isso é necessário um bom acompanhamento pré-natal. Ele pode fazer com que a mãe e o bebê possam chegar ao fim da gestação saudáveis e sem correr riscos desnecessários", recomenda Badan.

Estudos revelam que 1,5% das mães apresentam pouca produção de leite. O principal culpado é o estresse emocional, que pode diminuir a lactação pelo bloqueio da produção do hormônio ocitocina. Além disto, destacam-se a alimentação incorreta e a falta de descanso.

"Repouso adequado, estratégias para combater o estresse, uma dieta rica em verduras, legumes, frutas, cereais integrais e carnes magras, pobre em produtos industrializados, gorduras, açúcares, sódio e condimentos, são armas importantes na luta pela produção saudável de leite", indica o especialista.


Se você está temerosa quanto à sua prótese de silicone afetar a produção de leite, pode respirar aliviada. "Normalmente as cirurgias mamárias com inclusão de próteses não atrapalham a amamentação, pois são colocadas abaixo da glândula mamária ou ainda atrás da musculatura peitoral", afirma o mastologista. Mesmo as mamoplastias redutoras afetam pouco ou nada na amamentação.

Portanto, caso o peso do bebê demore a vir, não fique na dúvida. Vá procurar um pediatra. Veja se uma alternativa viável é usar a complementação com leite em pó, de vaca ou dos bancos de leite humano.

Tenha em mente que essas coisas são passíveis de acontecer com todo mundo e não é por isso que você é a pior mãe do planeta ou inapta à maternidade! Esse pequeno detalhe também não vai prejudicar em nada seu relacionamento com o bebê. Seja no peito, seja na mamadeira, seus filhos a amarão do mesmo jeito!

Gustavo Badan, especialista em ginecologia, obstetrícia e mastologia da Sociedade Brasileira de Mastologia.

Por Juliany Bernardo (MBPress)

Comente