Mães organizam "mamaço" em São Paulo

Mães organizam “mamaço” em São Paulo

Após uma mulher ser impedida de amamentar o bebê de dois meses no Itaú Cultural da Avenida Paulista, as mães se sensibilizaram com o acontecimento e decidiram protestar por meio de um "mamaço" que está sendo organizado via Facebook. As informações são da Agência Estado.

Tudo começou quando a antropóloga Marina Barão, de 29 anos, estava no local com os dois filhos, um de dois anos, outro de dois meses. O menor acordou faminto. Porém durante a amamentação, a mãe foi abordada por uma monitora, afirmou ser proibido amamentar no local.

"Ela disse que era ordem superior. Sem graça, a funcionária me levou à enfermaria dos bombeiros para amamentar", comentou. Mas como a enfermaria estava trancada e a monitora não encontrava o responsável com as chaves, Marina foi obrigada a amamentar a criança na escada.


Depois que a mobilização na internet começou, o Itaú Cultural se retratou com a antropóloga, que aceitou as desculpas. Mesmo assim, o protesto será mantido. "Acho bacana as desculpas, mas vamos fazer o ato pela importância da amamentação, para que isso não seja um ato mal visto socialmente", disse Marina.

Por Juliana Falcão (MBPress)

Comente