Mães de múltiplos

Múltiplos

Encontro de Mães - Site Múltiplos

Depois de se tornar mais popular, a reprodução assistida trouxe a geração dos múltiplos, com mais gestações de gêmeos ou trigêmeos no país. Conforme pesquisas do Registro Latino-americano de Reprodução Assistida, só no Brasil, 42% das gestações por fertilização in vitro resultam em gêmeos, trigêmeos e quadrigêmeos. Para se ter uma idéia, em uma gravidez espontânea, as chances de nascerem gêmeos é de apenas 1, 12%, enquanto que na reprodução assistida esse número é de até 30%. Quem não se lembra do caso dos óctuplos, nascidos no início do ano, na região de Los Angeles?

Diante dessa realidade, as mães ficam em apuros quando recebem a notícia de que terão de dar conta de dois, três e até quatro serzinhos ao mesmo tempo. Não bastasse passar as preocupações da gestação, também é preciso muito jogo de cintura para encarar essa maratona.

Majoy S. Antabi tanto conhece essa realidade que resolveu compartilhar isso na rede. Mãe dos pequenos Henri, Maia e Laila, e anos depois de mais uma menina, concebida naturalmente, ela ficou sabendo da gravidez quando estava em Londres. Diante da situação, Majoy começou a escrever em um blog e quando voltou sozinha ao Brasil - o marido só retornou no nascimento dos trigêmeos - aproveitou para relatar a suas experiências e criar o site Múltiplos (www.multiplos.com.br).

Site Múltiplos

Site Múltiplos

“No início, eu contava com a ajuda de uma enfermeira, mas ela fugiu quando eles tinham um mês. Aí tive que chamar mãe, avó, irmã, todo mundo! Quando eles tinham três meses arrumei uma ‘santa’ que esta comigo até hoje”, conta.

Nessa época, Joy, como é conhecida no site, também começou a promover encontros com as mães que havia conhecido na maternidade, e aos poucos, mais mulheres se juntaram ao grupo. Hoje elas somam mais de 50 encontros.

“A gente faz um happy hour todo mês, fora os almoços e pizzas com maridos. Na última reunião teve 140 famílias! O melhor de tudo isso é saber que não estamos sós neste desafio. Lá você se acha normal, ninguém fica te olhando e falando: nossa, quantos filhos! Ninguém pergunta se são gêmeos. São mães de todas as classes socais, países e raças, é uma família”, ressalta.

Além de cuidar dos filhos, de uma confecção de roupas e ainda administrar as matérias, fórum e loja virtual do site, Joy é colunista mensal da revista Pais & Filhos e presta assessoria para muitas mães desesperadas. “Eu as ajudo com tudo, desde a fase que estão procurando médicos, enxoval. Também dúvidas sobre o nascimento, comportamento e educação. No site eu coloco todos os meus contatos e fico a disposição. Tenho agora uma assessoria personalizada, que elas pagam se quiserem, mas o resto é tudo grátis”, revela.

Joy diz que a maior dificuldade das mães é lidar com o comportamento de tantas crianças ao mesmo tempo e controlar o ciúmes, pois é comum eles disputarem a atenção o tempo todo, em pequenas situações.

Também na rotina das super mães, os maiores problemas surgem na hora de tirar a fralda. “Imagine quando é para colocar os três para dormir, quando um quer brincar, outro dormir e o outro está chorando”, comenta.

Mães de múltiplos

Encontro de Mães - Site Múltiplos

Na função de amiga, conselheira e psicóloga, Majoy já ouviu muitas histórias. Uma mãe que já tinha gêmeas adotadas acabou engravidando. O recém-nascido precisou de um transplante e sobreviveu, mas logo depois ele teve mais trigêmeos. “Ela ainda não tinha condições financeiras de criá-los! A comunidade do site teve que se mobilizar para ajudá-la”, conta.

Até parece história de novela. Em outro caso, uma mãe levou um tiro e ficou tetraplégica, o parto aconteceu no dia do acidente e todos estão bem. Tem mãe que colocou dois embriões e eles se dividiram em três, o resultado: dois filhos iguais e um diferente. “Outra interessante é uma mãe que teve os trigêmeos em datas diferentes e ainda o caso em que nasceram filhos brancos e negros, trigêmeos. São tantas histórias, todas me fascinam muito e fazem continuar com esse trabalho que adoro”, finaliza.

Por Juliana Lopes

Comente