Largar a fralda, qual o momento certo?

Largar a fralda qual o momento certo

Abandonar a segurança da fralda é tão difícil para a criança quando para os pais. Os pequenos, porque não aprendem assim, da noite para o dia. Os pais, porque precisam de paciência para entender que as necessidades fisiológicas não conversam com o cérebro dos bebês do mesmo jeito que com o dos adultos.

Uma das grandes dúvidas dos pais é saber o momento certo de incentivar o bebê a largar as fraldas. Se deixar o tempo passar, pode ser que ele tenha dificuldade em se habituar a e vasos sanitários. Mas, fazer com o que a criança abandone muito cedo é desnecessário e a tentativa pode frustrar.

A pediatra Eliana Kuchpil Branco, do Hospital Nossa Senhora das Graças, de Curitiba, Paraná, explica que o mais importante é respeitar o ritmo de amadurecimento de cada criança e que não existe uma idade exata para deixar as fraldas para trás. “A recomendação é que não se inicie o treinamento antes dos 18 meses de idade. Não existe uma idade universal para a criança controlar os esfíncteres”, ensina.

Ela explica ainda que diversos fatores como capacidade psicomotora, cultura da família e a genética da criança podem influenciar no momento. Geralmente irmãos seguem um padrão e as meninas conseguem usar o pinico antes que os meninos.

Ter ou não facilidade para usar o pinico não tem relação com a inteligência ou outras capacidades. No entanto, existem alguns sinais que de que a criança já está pronta para ser incentivada a largar a fralda. Permanecer com ela seca por mais de uma ou duas horas ou apresentar os mesmos horários para fazer coco são indícios. Discernir conceitos como sujo e limpo, seco e molhado e ter curiosidade sobre o que os outros vão fazer no banheiro também mostram que a criança está na hora. O mais importante é curtir esse momento e não reprimir a criança caso ela não obtenha êxito nas primeiras tentativas.

Eliana diz que o hábito tem de ser atrativo para a criança. “Um bom começo é valorizar o uso da privada como um sinal de crescimento. Ajuda muito demonstrar como se utiliza a privada ou o pinico”, explica. Geralmente a criança aprende a fazer coco no pinico primeiro. “Em geral é mais fácil treinar o coco, já que o hábito intestinal é mais previsível”. Ela explica ainda que grande parte das crianças em torno de três anos já consegue controlar as necessidades fisiológicas durante o dia. Com quatro é possível retirar a fralda no período da noite.

Contar historinhas, fazer brincadeiras, bonecos, desenhos e estimular os progressos da criança sem reprimir são algumas das possíveis maneiras que podem ajudar no processo. Abandonar a fralda pode ser mais divertido e mesmo penoso do que parece.

Por Cínthya Dávila (MBPress)

Comente

Assuntos relacionados: filhos crianças bebês educar pinico