Doação de leite materno: como funciona?

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+
Doação de leite materno

Foto: Divulgação

Até os seis meses de vida a criança precisa ser alimentada com leite materno. Quando o bebê nasce prematuro e sua mãe não consegue produzir leite suficiente, é possível recorrer a doação de leite materno de um banco, um espaço solidário abastecido por mães dispostas a repartir o leite que dão para seus filhos com outros bebês que elas nem sabe que são.

O primeiro Banco de Leite Humano do Brasil foi aberto no Instituto Nacional de Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente Fernandes Figueira (IFF-Fiocruz) e completou 70 anos em outubro. Hoje já são 212 bancos e 121 postos de coletas espalhados pelo país. E sua maior doadora é a técnica de enfermagem Michele Rafaela Maximino, de 31 anos.

Moradora da pequena cidade de Quipapá, na zona da mata de Pernambuco, a mãe de duas crianças, um menino de três e uma menina de um ano quatro meses, começou a doar leite materno quando sua caçula - que nasceu prematura - tinha sete meses. Ela consegue retirar até dois litros de leite e distribuir pelos hospitais da região. Ela já chegou a doar mais de 350 litros para unidades de saúde.

Infelizmente, sua dedicação está ameaçada por conta de uma piada de mau gosto. Danilo Gentili exibiu uma foto de Michele sem autorização dela, em seu programa "Agora é Tarde", da Rede Bandeirantes, e a comparou com o ator pornô Kid Bengala. "Em termos de doação de leite, ela está quase alcançando o Kid Bengala", disse. O comentarista Marcelo Mansfield, colega de palco de Gentili, também fez um comentário maldoso, dizendo que não era uma "espanhola, mas uma América Latina inteira".


O ocorrido levou Michele a entrar com uma ação de ressarcimento por danos morais contra o humorista Danilo Gentili. E disse que pode parar de doar leite por se sentir humilhada. "As pessoas nas ruas têm me chamado de vaca, vaca do Gentili. Parabenizar pelo meu ato, ninguém faz, mas xingar é o que mais acontece nas ruas depois da piada na TV", declarou ao blog Maternar.

Por conta do ocorrido, a produção de leite da técnica de enfermagem está comprometida. Se antes ela retirava até dois litros, hoje retira apenas 600ml. Um dos locais que recebe as doações de Michele, a maternidade Flora Raquel de Freitas Araújo, está oferecendo ajuda psicológica para a doadora.

A assessoria de imprensa da Rede Bandeirantes informou que a emissora não se posiciona sobre questões jurídicas. Já a assessoria do comediante não retornou os telefonemas feitos pelo Maternar.

Doação de leite materno

Qualquer mulher pode ser doadora. Ela deve apresentar os exames do pré-natal e não ser portadora dos vírus HIV e HTLV. Basta comparecer aos bancos. São mais de 185 em todo o Brasil. Ou mesmo recolher o leite em casa - alguns locais já fazem a coleta dos vidros em domicílio. Já para quem necessita de leite materno encontra aqui endereços dos bancos espalhados pelo Brasil.

Por Juliana Falcão (MBPress)

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+

Comente