Curiosidades sobre a linguagem corporal dos bebês

Curiosidades sobre a linguagem corporal dos bebês

Descobrir a linguagem corporal do seu bebê pode ser bem interessante. Foto: © Alastair MacphersonCorbis

Se você é daquelas mães super preocupadas em querer decifrar tudo o que o bebê quer dizer com cada movimento, apenas relaxe. Leva um tempo, alguns meses, até você entender algo mais concreto sobre a linguagem corporal do bebê.

Portanto, vale a pena ganhar de presente algumas dicas de como ter ideia do que seu rebento está querendo dizer com gritinhos, gemidos e caretas.

Sorrisos: o ato de sorrir nos bebês é diferente do que para todos nós. Ele pode sorrir até dormindo, pois ele nada mais é do que um reflexo de prazer e bem estar. Se ele estiver alimentado, bem acomodado e quentinho, pode até sorrir, mesmo que não seja de alegria.

Chorar, gritar ou balbuciar: o choro é uma das primeiras formas de comunicação que o pequeno encontra para se comunicar com seus pais, pode ser somente isso, ou ainda ser um pedido de trocar de fraudas ou apenas fome. Já quando ele grita ou balbucia na maioria é apenas um teste de cordas vocais, ele percebe que pode aumentar o som e modular a própria voz.

Bater e jogar brinquedos: logicamente um bêbe não tem como bater em alguém, o que ele tende a fazer é bater o chocalho contra o adulto, ou mesmo jogar o brinquedo que eventualmente tiver em mãos. Isso é apenas reflexo e teste de força e movimento. A agressividade não existe nessa fase.

Bebê de mola: seu bebê simplesmente não para de se mover um minuto sequer e trocar as fraudas é sempre uma ginástica? É isso mesmo, e pode comemorar, isso significa que sua crianças tem tanta energia acumulada, apesar de pequeno, que se mexe muito mesmo. Paciência e bom humor sempre!


Por Giseli Miliozi

Comente

Assuntos relacionados: filhos bebês choro bebês