Cuidados com a higiene do bebê

higienebebê

Foto - Shutterstock

Os cuidados com a higiene do bebê são essenciais para o bem estar. O ritual para uma limpeza adequada em todas as regiões do corpo da criança é simples, porém certos cuidados precisam ser tomados para evitar problemas como infecções ou assaduras.

Veja a seguir quais as áreas que merecem mais atenção, e a melhor maneira de higieniza-las de acordo com a marca York e o doutor em patofisiologia Ayrton De Magistris:

Orelhas e Ouvidos:

O produto ideal para higienizar essa região são os cotonetes. As hastes flexíveis devem ser passadas em toda a parte externa da orelha e no início do ouvido, mas nunca dentro dele, pois o canal auditivo do bebê é muito curto e pode machucar ao mínimo esforço.

A higienização pode ser feita uma vez ao dia e ou conforme a produção de cera.

Atrás das orelhas:

A parte de trás das orelhas é uma região que merece um pouco mais de atenção, já que, graças ao seu desenho anatômico e por possuir glândulas produtoras de gordura, pode acumular mais sujeira, que nada mais é do que uma mistura de secreção com partículas contidas na poluição que podem se contaminar com bactérias e cheirar forte formando verdadeiras "crostas".

Com ajuda de algodão e água morna, limpe suavemente a região, deslocando a orelha para frente para permitir melhor visibilidade. O algodão deve ser usado para remover estas sujeiras localizadas, sem agredir a pele ou afetar qualquer estrutura.

Nariz:

Para essa área, o ideal é utilizar novamente os cotonetes apenas em torno da abertura das narinas e nunca colocá-los muito profundamente nos orifícios, para não ter o risco de machucar e retirar o muco, barreira mecânica que protege a região de infecções.

Esses processos podem parecer simples, mas são fundamentais para o desenvolvimento saudável do bebê e do sistema que irá defendê-lo contra infeções e outras manifestações, como alergias e irritações.


Por Vila Mulher

Comente

Assuntos relacionados: bebês higiene cuidados com higiene