Cor da papinha influencia na pele do bebê?

Ao chegar à pediatra a mãe leva um susto quando ela lhe diz que o filho está amarelo. Seria alguma doença grave? Não. Na verdade a cor da papinha que seu bebê come influencia na cor da pele dele, mas isso é muito comum segundo pediatras e você pode variar na alimentação para evitar isso, porém, não é um problema de saúde.

Patrícia Oliveira, mãe de primeira viagem, só percebeu o fato quando levou o seu bebê na consulta mensal do pediatra. "Ele me falou que estava dando muitos alimentos da cor amarelo ou laranja, em excesso, e explicou que as papinhas precisam balanceadas, cada dia com alimentos de vitaminas diferentes e coloração", lembrou Patrícia.

O médico Marcelo Reibscheid, pediatra e neonatologista do Hospital e Maternidade São Luiz e criador do portal Pediatria em Foco, afirma que casos assim são muito comuns. "O mais comum é a pele ficar alaranjada ou amarelada, na região do nariz, orelhas, planta de pé ou palmas de mão. Isso se dá pelo excesso de uma vitamina chamada beta-caroteno, presente em cenoura, mamão, laranja, abóbora, entre outros", explicou.


Porém, isso não traz alguma doença, a criança somente ficará com a pele alaranjada ou amarelada nestas regiões acima indicadas. O médico dá uma dica para evitar a coloração da pele da criança sem diminuir o consumo dos itens que causam a coloração, já que são muito saudáveis.

"A exposição ao sol por 20 minutos diários, entre 8 e 10h da manhã, oxidará esta vitamina, fazendo com que a coloração amarelada saia e ainda essa criança fique com uma pele de cor muito saudável. Basta lembrar: qual mulher não comia uma porção de cenouras no verão e tomava sol, para ficar com um bronzeado bonito. É igual.", ressaltou.

Por Catharina Apolinário