"Como nascem os pais" - mais uma empreitada de Renato Kauffmann

Como nascem os pais

Reprodução Facebook

As mulheres são craques no assunto gravidez e sabem quase tudo sobre os bebês. Estão cansadas de ouvir as mesmas histórias da amiga, da prima, da tia ou da irmã que ficou grávida. Mas, pela primeira vez, poderão ter acesso livre ao mundo da gestação masculina! Saber tudo o que se passa na mente, provavelmente espantada, e as emoções, mergulhadas em pânicos, dos futuros pais. Para isso tenham prazer em conhecer: Renato Kauffmann.

Redator, escritor, jornalista, blogueiro, e grávido? Sim! O paulista, que lançou seu primeiro livro, "Diário de um grávido", em 2010, contou sobre a experiência de quando descobriu que iria ser pai. O autointitulado ‘grávido’, descreve com humor ácido as emoções e situações passadas durante os nove meses da gestação que traria sua primeira filha.

Um ano depois, com um pouco mais de experiência, Renato dá continuidade em sua "coletânea gravidez" com seu novo livro "Como nascem os pais". Nesse novo trabalho podemos adentrar mais profundamente na rotina e dificuldades que o papai encontra em sua nova função, com várias crônicas e muito humor!

Lucia, a vítima inocente dos livros, já tem dois anos e é "a coisa mais linda do mundo", de acordo com o pai. Renato acredita que ela se parece um pouco com ele e nos esclarece com seu famoso bom-humor: "Não é um teste de DNA ambulante. Pode significar apenas consistência em gosto para homens. Nossa, aliás, o leiteiro é meio parecido comigo também".

E assim, sempre transformando coisas simples em piadas inteligentes, Renato nos contou um pouco mais de sua rotina como pai. "Eu adoro ser o pai da Lucia. Claro, se eu pudesse trocar menos fraldas e dormir mais, seria ótimo", diz o blogueiro. Sobre as coisas que gosta de fazer com a filha, revela seu lado doce e paterno: "Eu gosto de sair para almoçar com ela, brincar de pega-pega, recitar alguns poemas e ver alguns programas com ela no colo". E nunca perde a chance de nos provocar risadas: "Nossa, sei até algumas músicas dos Backyardigans de cor".

Sobre o futuro, o jornalista deixa claro: "Eu espero que ela siga seu próprio coração, e isso exclui o meu. É cedo para dizer, mas ela tem talento para artes plásticas e para dança, duas coisas em que sou uma negação". Apesar de deixar claro que Lucia seguirá livre em suas escolhas, nosso querido escritor não abre mão de influenciar um pouco (ou muito) o gosto musical da filha: "Eu tentei ‘Beatles for babies’, mas cheguei à conclusão de que é melhor ela ouvir Beatles mesmo e Ramones, com direito à camiseta e à frase "Heyholetsgo", que ela diz "ei o, leti go". Ela ouve o que eu ouço, em geral, mas eu também coloco cantigas infantis, galinha pintadinha, coisas que ela ouve na escola".

Ana, a mamãe, também ganha crédito nessa história toda. Foi ela quem sugeriu o nome de Lucia, que significa luz. "É uma delícia quando a gente pergunta o nome dela e ela está ainda naquela fase que diz "Luxa", conta o papai, quase babando enquanto fala da filha. Foi Ana quem deu o nome do novo livro de Renato, que explica: "Ela me ajudou bastante, revisou o primeiro livro, e deu o maior apoio, ainda que às vezes se sinta meio exposta".

Hoje em dia Lucia sabe da existência dos dois livros e do blog do pai coruja, que nos conta como ela age em relação a tudo isso: "Ela adora ver as fotos e vídeos no blog. Vamos ver quanto tempo isso dura... Eu sei que um dia ela vai dizer: "Que mico, pai".

Além de toda a correria, o jornalista encontra tempo para pensar em projetos futuros: "Eu tenho mais um livro planejado nesse tema, que é um dicionário ilustrado de gravidez e paternidade, com essa pegada meio ácida e bem humorada, em parceria com o Souzacampus, que fez as capas e ilustrações dos meus livros". Fora do universo da gravidez, Renato também tem planos: "Ainda é cedo, mas tenho um romance começado e não vejo a hora de me dedicar a ele".


Agora é esperar para ver o terceiro livro da saga! Enquanto isso, vamos lendo sobre os desabafos, dificuldades e encantos que o papai Renato já se deparou nesses dois anos e nove meses.

Quer ficar por dentro da rotina do pai coruja? Visite seu blog com fotos, vídeos e os textos mais inusitados e bem-humorados. Renato também administra um twitter só sobre esse projeto: @diariogravido

Por Alessandra Vespa (MBPress)

Comente